sábado, 17 de setembro de 2016

Transformers Em Acção (1984-87)



Dia 17 de Setembro de 1984, estreou nos pequenos ecrãs norte-americanos uma série animada que apesar de ser um veículo de publicidade para a linha de brinquedos homónima (montada para o mercado norte-americano e internacional a partir de várias linhas de robots japoneses aos quais foram acrescentadas toda uma mitologia que hoje abrange vários universos paralelos, mas isso é uma história para outra altura), conquistou o seu lugar nos corações de fãs pelo mundo inteiro, até aos nossos dias: "The Transformers", baptizada em Portugal de "Transformers Em Acção", tal como a posteriormente publicada banda desenhada da Meribérica-Líber [aqui], que por sua vez, nos EUA foi a origem das histórias dos brinquedos importados do Japão.

Esta primeira série, protagonizada pela versão Generation 1 dos Transformers teve um total de 98 episódios (4 temporadas) e um filme em 1986. Existem muitas mais séries baseadas nestas personagens, mas estas foram as temporadas clássicas, que espalharam a transformermania pelo mundo todo nos anos 80. O plot é simples: duas facções de uma espécie alienígena mecânica, robots gigantes nativos do planeta Cybertron, travam uma guerra hà milhões de anos.

E quando alguns se despenham no nosso planeta, os heróicos Autobots, aliados a humanos, assumem a missão de impedir que os maléficos Decepticons controlem e explorem os recursos energéticos da Terra. O que tornava o conceito da série diferente e apelativo era a capacidade de os Transformers, bem, se transformarem e assumirem as formas de variados veículos e equipamentos, uma forma de combate e camuflagem.

A maioria dos Autobots disfarçavam-se de carros,e  os Decepticons de aviões de combate, armas, etc. "More than meets the eye" ("Mais do que os olhos vêem") era o lema da série e o título da mini-série em três partes que apresentava este universo fantástico aos espectadores.

Não descobri ainda as datas exactas da estreia em Portugal em 1989 (provavelmente em finais de Outubro), mas sei que esteve em exibição nos Sábados de manhã no "Canal Jovem" da RTP-1 nos finais de 1990, e em 2 de Novembro de 1991 terá ido ao ar a segunda temporada (provavelmente). A terceira temporada só chegou aos nossos ecrãs pelas mãos da SIC, dobrada e lembro-me que à hora do almoço.

Genérico da primeira temporada:

Genérico da segunda temporada:

Trailer do filme:

Genérico da terceira temporada:

Genérico da quarta temporada:


Video da banda sonora do filme, a canção "The Touch" por Stan Bush.








Como fã de ficção-cientifica e robots, fiquei apanhado desde os primeiros momentos, até aos dias de hoje. Ainda tenho muito que ver, principalmente os episódios japoneses, mas ainda hoje não resisto a acompanhar as aventuras destes robots sentientes, seja em banda desenhada, nas novas séries e até nos divisivos filmes em imagem real.
Desde esta época os meus Autobots favoritos são o honrado líder Optimus Prime [com voz do lendário Peter Cullen (Voltron, O Justiceiro, etc)], o sério Prowl e o divertido Jazz. Do lado dos vilões liderados por Megatron (Frank Welker), sempre me fascinou Soundwave (e os seus lacaios que se transformam em cassetes de música) e  o ciclope  impiedosamente lógico Shockwave. 

A franquia foi abordada por Nuno Markl na Caderneta de Cromos Nº 845 - "Robots para transformaaaar" ["Download/Ouvir Podcast"].

Versão original do texto publicado no Tumblr da Enciclopédia em 2014, por altura do 30º Aniversário: "Transformers Em Acção".


Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...