quarta-feira, 28 de março de 2012

Como se faz uma cassete?


As cassetes audio foram; desde os anos 60, quando foram inventadas, mas principalmente nos anos 70 e 80; objectos obrigatórios em casa, tanto para ouvir os nossos artistas favoritos, como para gravá-los quando passavam na rádio. Actualmente estão quase extintas, mas na Maia ainda resiste uma fábrica, que o "P3" do Público visitou para fazer esta pequena mas interessante reportagem sobre o processo de fabrico destes objectos "cromos".


"Entrámos na Edisco, na Maia, e desvendámos o interior de uma cassete. É a única fábrica da Península Ibérica que ainda as faz. Nos anos 80 e 90, saíam 15 mil por dia; hoje, nem sempre chegam às 300 por mês. Depende dos "rockeiros", diz Armando Cerqueira. Eles é que "movimentam o negócio". Fundada em 1979, a Edisco, herdeira da Discos Rapsódia e da Casa Figueiredo, é hoje a editora mais antiga do país. Esteve no início de Nel Monteiro e até de Zeca Afonso. Foi Armando quem convenceu os sócios a apostar na fabricação das cassetes, nos tempos em que a a cassete ainda era "o futuro". Aqui ainda é o presente, pelo menos por enquanto — há fita suficiente em "stock", mas a cassete propriamente dita começa a escassear. Uma história abreviada de um processo complexo, quase em vias de extinção."

Fonte: Viva Oitenta

Saiba mais sobre as cassetes: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cassete
"Falemos de cassetes" - Galeria de Fotos
P3: "A cassete está a voltar ou afinal nunca desapareceu?"

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...