sábado, 29 de junho de 2013

Filtro de água Tomazeli (1983)

Não fazia ideia que 30 anos atrás já existiam filtros de água domésticos! Aliás, até hoje em dia, vi muito poucos filtros em casa, acho que a água canalizada da minha zona é bastante boa.

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

terça-feira, 25 de junho de 2013

Slima (1983)

Mais uma maquineta para perder peso " e centímetros": "Slima", por pouco mais de 1000 paus!


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Centro de Ensino por Correspondência Alvaro Torrão (1983)

Ainda mais um anúncio a cursos por correspondência, desta vez do Centro de Ensino por Correspondência (CEC) Alvaro Torrão (Rádio Escola). Podia estudar em casa e obter o Diploma em várias áreas de actividade. Clique na foto para ler todas as opções disponíveis.

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Moulinex - Fornos Eléctricos (1983)

Nos anos cromos, a Moulinex era uma marca omnipresente nas cozinhas (lembram-se da mitica picadora Moulinex 1,2,3?), e este anúncio revela novos fornos eléctricos, que prometiam economizar espaço, tempo e energia: o B55 e o B42.

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

domingo, 23 de junho de 2013

Filmarte - Fotos tipo passe (1983)

Anúncio ao estabelecimento "Filmarte" prometia revelar as tradicionais fotos "tipo passe" - essenciais para todo o tipo de cartões e documentação - em 5 minutos, com um "sistema único no género", a cores e preto e branco. Enquanto míudo achava o processo de ir ao fotógrafo tirar fotos uma chatice...
Algum dos nossos leitores foi cliente nesta loja?


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Crónica Beleza (1983)

 A iamgem acima é o detalhe da capa do número 1 da revista "Crónica Beleza", lançada no final de 1983 pela Agência Portuguesa de Revistas, em formato quinzenal, com 32 páginas, sendo 6 delas a cores. Tudo por 25$00, o mesmo preço da semanal "Crónica Feminina", mas num formato com páginas maiores. Segundo o site da Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa, esta publicação, "Crónica Beleza" não chegou a comemorar 3 anos de existência, encerrando em Outubro de 1986, com o número 68.


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Ninho das Noivas (1983)

 Como a taxa de casórios nos anos cromos era bem maior que a actual, mais um anúncio a uma loja dedicada a casamentos: "Ninho das Noivas", um nome e logotipo todos fofinhos. O slogan "O charme discreto da elegância" está no topo da foto de uma noiva, obviamente. Além do material para equipar noivas, anuncia-se produtos destinadas a "pré-mam-a, toillet, acompanhantes".
Apesar de fofinho, o título "Ninho das Noivas" faz imediatametne aparecer na minha mente um enorme ninho de águia, com noivas a ser alimentadas e... não parece tão fofinho...
Para tirar essa imagem da cabeça, visite os outros posts relacionados: "Isabela" e "Quoquete".


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

domingo, 16 de junho de 2013

Jaguar - Refrigerante




Não caro leitor, este não é o cromo sobre os Thundercats! O simbolo acima - que recriei em Photoshop - antecede os Thundercats em cerca  de duas décadas, e é o logotipo dos refrigerantes "Jaguar", uma marca do Algarve (a minha região). No entanto, até alguns dias nunca tinha ouvido falar desta marca de refrigerantes. Já há muito tempo que não existem estas bebidas, mas permanecem imortalizadas pelo Algarve as publicidades em azulejo.

Pesquisando, encontrei algumas fotos de garrafas. Abaixo, uma garrafa de Gasosa e outra de Laranjada Jaguar:
Fonte: Fórum "Portal dos Clássicos".

Fonte: Coisas

Segundo relatos na Internet, além dos sabores Gasosa, Laranjada, haveria ainda de Ananás. Um utilizador do Panoramio comenta que tinham um bom sabor, tão bom como os Sumol.
Como mencionei anteriormente, só há poucos dias travei conhecimento com a existência desta marca, (apesar de há mais de 30 anos passar perto de um estabelecimento na minha terra que tem os famosos azulejos, que desde os anos 60 fazem publicidade à marca), quando vi esta foto no Grupo Olhão, no Facebook:
Foto: João Valentim
 Junto com a foto, uma pequena descrição:
"Marca menos conhecida e divulgada quase regionalmente dos 'Refrigerantes Jaguar' da fábrica algarvia com o mesmo nome e de curta duração nos anos '60."
Imediatamente despertou a minha atenção, e dediquei-me a pesquisar sobre o assunto, mas na Internet pouco mais encontrei.
Se repararem na foto abaixo, conseguem ver à esquerda da foto, a cabeça do jaguar, meio escondida pelo toldo do Snack-Bar,  que à direita da porta também tem o lendário anúncio da Schweppes, também em azulejo e dos anos 60:

Outro exemplar, mais danificado:

Entretanto fotografei eu próprio o de Olhão:


Voltando às evidentes semelhanças entre o simbolo dos refrigerantes "Jaguar" e a série "Thundercats", a minha teoria é que algum dos criadores do desenho animado clássico dos anos 80 esteve de férias no Algarve, e mais tarde se inspirou no logótipo dos refrigerantes.
Comparação: Jaguar VS Thundercats



Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".



sábado, 15 de junho de 2013

Alô, Alô (1982- 1992)


Uma das mais famosas sitcoms britânicas, “Alô, Alô ” esteve no ar durante uma década, somando 85 episódios em 9 temporadas, tendo estreado no Reino Unido a 30 de Dezembro de 1982, há mais de três décadas portanto.
Comédia e a 2ª Guerra Mundial, dois géneros que raramente se sobrepoem. Quando passou na RTP, eu nunca vi muitos episódios, porque o pessoal daqui de casa não apreciava muito o estilo de humor, mas estava ciente das desventuras de René Artois (Gorden Kaye), o dono do café que era o insuspeito centro da luta underground da Resistência Francesa contra os Nazis que invadiram a França durante a 2º Guerra Mundial. Entre os planos elaborados da Resistência, Renée tem que lidar com agentes da Gestapo, soldados nazis, a sogra, a mulher Edith, as criadas e outras mulheres ( e um alemão) atraídas pelo seu “charme”, e está montado o palco para uma série de gags e paródias aos clichés de filmes e séries sobre a Segunda Guerra, em especial a série “Secret Army” (1977-79), e uma mão cheia de personagens carismáticos, diálogos de duplo sentido e bordões recordados até hoje.

Genérico inicial:



O inesquecível tema da abertura foi composto por David Croft e Roy Moore. David Croft, que foi também o co-criador da série, com Jeremy Lloyd. No genérico inicial, depois dos acordes e do título da série, René faz o resumo dos episódios anteriores. Por sua vez, no genérico final, os actores são apresentados por ordem de aparição no episódio.

Genérico final:



Como curiosidade, durante mais de uma década (1986-1992) esteve nos palcos britâncios e internacionais uma peça baseada na série, com a maioria do elenco da mesma. Outras peças sobre o universo da série são encenadas ocasionalmente, até em teatro amador.
Mais do que o plot, recordo bem personagens e esterótipos, como os ridiculos militares alemães Von Klinkerhoffen, Von Strohm, o tenente Gruber, Helga, a bonita criada Yvette, o temível Herr Otto Flick da Gestapo, etc.
Desenho: StrangeWeirdo



Texto original no Minicromo: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr - "Alô, Alô"

 Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Jotakapa - Cinta Térmica (1983)


Esta publicidade acrescenta mais um item para a lista de métodos de emagrecimento milagroso prometido há décadas em revistas feminias: a cinta térmica "Jotakapa", para homem e para mulher, mas ilustrado por uma jovem em trajes menores. (Publicidade não muito subtil, certo?) Tudo por 1500$00.


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Telejogos (1983)

Creio que é a primeira vez que encontro um anúncio do género numa Crónica Feminina! "Telejogos", a avó das consolas de jogos! É uma pena que tem poucos detalhes no anúncio, mas este aparelho incluia jogos simples (pelo padrão actual) e era ligado ao televisor (a cores e a preto e branco). O modelo da foto (400-G ??) incluia dois comandos e uma pistola. "Divirta-se com familiares e amigos jogando ténis, hóquei, tiro ao alvo, corridas de motos e outros jogos, no seu próprio televisor". Segundo o anúncio era comerciado pela Tomazeli e "à venda nas boas lojas". 
Algum dos nossos leitores reconhece o modelo e a marca? Faz-me lembrar o Coleco Telstar Gemini (aqui), lançado em 1978, mas em 1983 foi o ano que foi lançado o NES, e quem sabe, os jogos até podia ser mais avançados.
 Actualização: Entretanto continuei a pesquisar e encontrei dois modelos muito semelhantes ao da foto, em que ambos usam o mesmo chip [AY-8500 Family (General Instruments)]:

9012 Color TV Sports (R10) - http://pongmuseum.com/collection/r10-9012.php#p

 Telematch TV Sports (HGS) - http://pongmuseum.com/collection/hgs-telematch-tvsports.php
Reparem como o Telejogos da foto é quase idêntico ao Telematch, mas também tinha uma pistola igual ao do 9012 Color TV Sports.


Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

O Livro do Bebé (1983)


Numa revista feminina não podia faltar temas dedicados à maternidade, como este anúncio e cupão de encomenda ao "O Livro do Bebé", descrito como "um guia completo para cuidar do seu bebé desde o pré-natal até aos 3 anos", escrito pelo pediatra Dr. David Harney. O preço a pronto era de 1300$00.
Se repararem na capa o título é "O Livro do Bebê", em português do Brasil.



Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

terça-feira, 11 de junho de 2013

Horários Escolares


Tem agora lugar na Enciclopédia de Cromos um objecto simples mas muito importante para os estudantes: os Horários Escolares! Obrigatório para quem queria estar sempre organizado em termos de aulas e mais importante: as horas, ou dias, sem aulas marcadas! Um precioso auxiliar para planear a semana escolar, que livros colocar na mochila, para contar as horas até aquela aula que ninguém queria ter, ou a quantos "buracos" tínhamos direito. Recordo-me da tarefa de conseguir horários gratuitos em papelarias e outras lojas, na época de comprar os manuais escolares, antes do regresso às aulas. Além disso, muitos produtos ofereciam horários.


Alguns horários recuperados do "arquivo" cá de casa:

Horário do ano lectivo 92/93, pertencente à minha irmã. O tema é dos chocolates da Nestlé:
Se clicarem sobre o horário, podem ver melhor os detalhes. A minha irmã estava no 5º Ano e tinha um horário bem preenchido todos os dias na parte da manhã, felizmente sem aulas no Sábado! E para estragar as tardes, algumas horas de EVT...
O horário em si, dobrava-se em 3 partes, para caber facilmente na carteira, e além do espaço para o horário, tinha onde colocar a informação e contactos do aluno, horário de atendimento do director de turma, e um quadro para a avaliação das disciplinas nos três períodos lectivos! A ainda tinha um útil calendário que ia de Setembro de 1992 a Julho de 1993.

Um horário Pelikan e Papelaria Fernandes, final dos anos 90:
Sim, eu tinha um horário bem preenchido. É o que dá chumbar a Matemática no final do Secundário ...

Alguns horários que fui conseguindo entretanto:

Horário Escolar "Nesquik" 86-87:
 Um super-horário, que dobrado faz um pequeno livrete, com o horário obviamente, um calendário 86/87, espaço para dados pessoais, o nº de membro do clube do Cangurik, e o nome, telefone e aniversário dos amigos. No verso do horário, alguma informação sobre o Ano Europeu do Ambiente (1987) e um mapa com as reservas e parques naturais nacionais.

Horário Escolar "Robbialac" 1990/1991:
Um calendário mais tradicional, com o horário e calendário.

E quais foram os vossos horários favoritos?


Este cromo já tinha sido colado na 'Caderneta de Cromos' de Nuno Markl:
"Cromo 35 da Caderneta de Cromos - "Horários Escolares" - [Ouvir/Download do Podcast]"

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Stop-Acne (1983)

Mais uma solução para o drama da acne e borbulhagem juvenil, com um nome directo: "Stop-Acne". Para reforçar a mensagem, o logótipo do produto recorre ao sinal de trânsito STOP.

NOTA: Produtos relacionados:



Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Kri Nestlé

Um daqueles anúncios visualmente deliciosos, capaz de por os mais gulosos a salivar por esta quantidade enorme de chocolate que ocupa a página de uma revista de banda desenhada. Pela Internet encontrei alguma informação sobre este chocolate "Kri", da Nestlé, que surgiu em 1976 e seria o antecessor do famoso "Crunch" (de 1992 no Brasil. Nos EUA já existia desde 1938, e em Portugal desde 1986.). No outro lado do Atlântico, o "Kri" era conhecido como "o chocolate do barulho".

Veja também um reclame da altura:

Repararam na música de fundo do reclame? "Banho de Lua", lembram-se?


O anúncio no topo da página faz parte da grande colecção croma que a Ana Trindade  tem em exposição no Facebook.

Mais cromos da Ana Trindade: "Enciclopédia de Cromos - Ana Trindade"

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Isabela (1983)

Anúncio a loja de confecções ("da ultima moda para homens, senhoras e crianças") "Isabela", em Lisboa, que - como é visível pela foto - tinha vestidos de noiva ( e fatos para o noivo). Note-se a inscrição "a apresentação deste anúncio dá-lhe direito a um brinde".

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Crónica de Natal (1983)

No final do ano ainda hoje se vê muitas edições especiais de Natal, tal como este anúncio ao Especial "Crónica de Natal" de 1983. Reparem que entre os prémios anunciados, constava um apartamento no valor de 4.000 contos, incluindo SISA! Outros tempos, outros prémios!!

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Cursos CIT (1983)

Anúncio a vários Cursos CIT, Ensino à Distância: Contabilidade, Informática, Inglês, Corte e Confecção, Puericultura e Desenho Técnico.

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.
Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

terça-feira, 4 de junho de 2013

Dinastia (1981-1989)

por Paulo Neto



"Dallas" provou que o público tinha curiosidade em espreitar a louca vida dos ricos e adorar um vilão sacana. Por isso, Richard e Esther Shapiro, os criadores de "Dinastia"; decerto estavam confiantes no sucesso de outra série sobre a louca vida dos ricos com o twist de, em vez de um vilão sacana de chapéu de cowboy, haver uma carismática vilã com um (literalmente) piramidal guarda roupa com toneladas de lantejoulas e enchumaços de proporções faraónicas. Tal como aliás, a maioria das personagens femininas da série. 


"Dinastia" narrava as desventuras de duas famílias magnatas do petróleo em Denver: os Carrington e os Colby. O magnata Blake Carrington (John Forsyth) é casado em segundas núpcias com a bela Krystle (Linda Evans) e tem relações difíceis com os seus filhos: Steven (Al Corley) que é homossexual e não pretende herdar os negócios do pai e Fallon (Pamela Sue Martin) ressentida por o pai não lhe dar o devido valor, vai somando escândalos. Enquanto isso o geólogo Matthew Blaisdel (Bo Hopkins), um ex-amante de Krystle, também entra no negócio do petróleo e o amigo da onça Cecil Colby (Lloyd Bochner) planeia destruir os Carrington.

E na segunda temporada, eis que entre Alexis Morell (Joan Collins), a fabulosa e intriguista ex-mulher de Blake, que se alia a Cecil e depressa ganha um ódio de estimação a Krystle. Deste modo, Alexis passou a ser a personagem central da série, graças às suas intrigas, patifarias, casos amorosos e, sobretudo, trajes espampanantes que obedeciam à modas dos anos 80. E será que debaixo de todo o seu ódio ao ex-marido, Alexis ainda sente amor por ele?
Seguiram-se mais sete temporadas cheias de intrigas, paixões, confrontos, catfights, penteados estratosféricos e roupas cujo brilho encadeavam a um quilómetro de distância.



Entre as personagens que surgiram mais tarde, destaque para Sammy Jo (Heather Locklear), a interesseira sobrinha de Krystle, Dominique Deveraux (Dihann Carroll), a meia-irmã ilegítima de Blake e outra inimiga fidagal de Alexis e o sedutor e ambicioso Dex Dexter (Michael Nader). Entre as participações especiais na série, contaram-se nada mais nada menos que o ex-Presidente dos Estados Unidos Gerald Ford, a sua mulher Betty Ford e Henry Kissinger.

E tal como Dallas teve um famosíssimo cliffhanger que pôs toda a gente a perguntar "Quem alvejou o J.R.?", o final da quinta temporada de "Dinastia" deixou a América em suspenso. Amanda (Catherine Oxenburg), a filha de Blake e Alexis que nasceu após o seu divórcio, está prestes a casar com o príncipe Michael da Moldávia, diante da presença de todo o elenco. De repente, terroristas irrompem pela capela aos tiros e todas as personagens principais caem no chão inanimadas. Mais tarde, vem-se a saber que apenas duas personagens secundárias morreram.


"Dinastia" foi também primeira série a criar merchandising para o público adulto, com várias colecções de roupa, perfumes, jóias, livros e até carpetes. Também inovou ao mostrar mulheres em posições de alto poder, pelo que não é de estranhar que muitas das actuais mulheres mais ricas e poderosas do mundo tenham sido inspiradas por Alexis Morell-Carrington-Colby e companhia. Aliás, foi nesta altura que o nome Alexis (até então usado mais para rapazes) se tornou  bastante um dos nomes mais populares dos pais americanos para dar às suas filhas.  



Genérico (quarta temporada):

  

Best of das "catfights" Alexis vs. Krystle:


Anúncio aos perfumes da série:






segunda-feira, 3 de junho de 2013

Pulax (1983)


Pequeno anúncio, com a quase totalidade do espaço ocupada pela foto da embalagem do "Pulax", desentupidor de canos, fabricado pela Sociedade Portuguesa de Sabões.

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

domingo, 2 de junho de 2013

Carinho de Mãe (1983)



Uma ilustração muito fofinha de uma mamã a abraçar o seu bebé, para o singelo anúncio a "Carinho de Mãe", que alega ter "tudo para seus filhos", entre malhas, confecções, enxovais, berços, alcofas, carrinhos, brinquedos, anoraks, calças e blusões de ganga pré-lavada...

Publicidade retirada da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

Pirilampo Mágico


Muito provavelmente só quem viveu escondido numa gruta nas ultimas décadas desconhece esta simpática figura: o Pirilampo Mágico, um pequeno bonequinho de peluche que é ao mesmo tempo fofinho e adorável e  um símbolo de solidariedade para com os mais necessitados, com os fundos arrecadados nas campanhas anuais a reverterem para as CERCI, cooperativas de solidariedade social que apoiam crianças com deficiência mental e carenciadas. As campanhas foram iniciadas em 1987, e decorrem durante o mês de Maio. 

A Wikipédia indica que até 2012 - o  ano do 25º aniversário do Pirilampo Mágico - foram angariados por volta de 16,5 milhões de euros.
Foto: Blog "Se Der...Fica".
O designer gráfico Mário Jorge Fernandes foi o responsável pela criação da mascote, para a   campanha anual, que teve a seguinte origem: "Numa altura em que as CERCI passavam por dificuldades financeiras, Jaime Calado, então presidente da CERCI Lisboa, participou do programa radiofónico "A Arte de Bem Madrugar" da Antena 1, onde o jornalista José Manuel Nunes mencionou uma campanha de solidariedade nacional no Reino Unido "associada a um bicho simpático". Resultado desse programa ficou a ideia de desenhar uma campanha que criasse "um símbolo que apelasse a uma dimensão infantil da solidariedade, mas que tivesse algum significado" com as palavras-chave “magia”, “solidariedade” e “luz”..." in Wikipedia.
No site da FENACERCI a história do Pirilampo está descrita com mais detalhes: "Fenacerci - Historial".

Imagem com todos os pirilampos de 1987 a 2012.

Foto: RTP

Além dos peluches e pins, a campanha foi impulsionada com vários CDs musicais, ouça excertos dos temas:


E também a primeira canção, completa, cantada por Adelaide Ferreira, Rui Veloso, Lena d'Água, Paulo de Carvalho e algumas crianças, num mix de videoclip e video institucional:


Cá em casa tivemos vários Pirilampos - que têm uma cor diferente todos os anos, veja aqui - mas que infelizmente não sobreviveram ao passar do tempo. Eu adorava o pormenor da pontinha da antena que brilhava no escuro, tal como um pirilampo real (quer dizer, nos pirilampos reais a luz é no final do abdomén, mas... perceberam a ideia!). Em homenagem a esta figurinha tão querida dos portugueses fiz hoje uma ilustração que coloquei no inicio do post.

NOTAS:
Saibam mais sobre a campanha actual (2013) no Facebook ou na Compra Solidária ou no site da FENACERCI.


Em 2015, o pirilampo é cor de rosa, e vai estar à venda entre 9 e 31 de Maio!

O Pirilampo de 2016 - à venda entre 7 e 29 de Maio é amarelo:



Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"

sábado, 1 de junho de 2013

Crónica Infantil (8 Dezembro de 1983)


Como forma de assinalar o Dia da Criança ( comemorado a 1 de Junho), partilho com os nossos leitores a secção "Crónica Infantil" que integrava a revista feminina "Crónica Feminina" e que mais não era que algumas páginas dedicadas aos mais pequenos e os seus talentos.
Vamos então ver cada página:

 A página acima, além do logótipo da rubrica "Crónica Infantil", incluía no topo a morada para as crianças (ou os pais das crianças) enviarem as fotos e os trabalhos dos pequenos artistas, dirigidos à Directora Lena. Em destaque na página o desenho de uma menina a passear de chapéu de sol, da autoria "da nossa amiguinha Ana Cristina Paiva", de Almada. Será que a pequena Ana Cristina continuou a desenhar?

 Na segunda página, um clássico ( que ainda hoje se pode ver em revistas femininas), a secção de retratos enviados pelos pais babados, com o  título auto-explicativo "As vossas carinhas". Sempre que vejo este tipo de rubricas em revistas antigas interrogo-me o que terá acontecido a estes pequenotes nas últimas três décadas? Se estão aqui nas fotos, ou conhecem algum deles, contem nos comentário1


 Na página seguinte, mais um desenho, que pela qualidade do traço, imagino que fosse para pintar com lápis de cor, marcadores, lápis de cera, etc.

E finalmente, na quarta e última página, um desenho e uma história. O desenho com as típicas casinhas, sol e pássaros e um objecto voador não identificado que imagino seja uma borboleta (ou um avião? uma nuvem?). Entre o desenho e a história está a indicação "Trabalho da amiguinha Maria João Pissara de Jesus Rodrigues (Leiria)" e portanto não sei se é o desenho, a história, ou ambos da autoria da menina. A história, com o titulo "A Menina Preguiçosa" é um curto conto de moral, para alertar sobre o triste destino que espera os meninos preguiçosos que não ajudam os pais em casa!

Um Feliz Dia da Criança para os nossos leitores mais pequenos e para aqueles maiores que gostam de recordar as memórias da sua juventude!

Páginas retiradas da revista Crónica Feminina nº 1411, de 8 de Dezembro de 1983.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...