sábado, 3 de dezembro de 2016

Sem Limites


Recentemente, enquanto escutava rádio (a M80), começou a tocar uma faixa que logo nos primeiros acordes me fez recordar um programa de TV dos anos cromos. Descobri o nome da música, "She Sells Sanctuary" dos britânicos The Cult, e fui pesquisar por ligações com o programa, que estava convencido ser o "Portugal Radical". Afinal, graças aos comentários desse programa da SIC, fui direccionado para o programa correcto: "Sem Limites", da RTP-1, na época Canal-1, aos Domingos de manhã. O concorrente na SIC, o "Portugal Radical", ocupava um horário semelhante na grelha, mas aos Sábados.
Cá está o genérico, com a música que não ouvia desde essa altura, até calhar a tocar na rádio:

Sou um zero à esquerda em desportos tradicionais, quanto mais estes radicais que explodiram nos anos 90. O mais perto que consegui chegar a ser radical foi colocar um pé em cima de um skate de um primo meu, e retirá-lo a tempo de evitar quedas desagradáveis. E falando em quedas, uma vez tentei fazer um cavalinho com a minha BMX vermelha. Não acabou bem... Mas voltando ao tópico, apesar de me recordar do tema de abertura, pouco mais ficou. Talvez tenha assistido alguns episódios, mas não era assunto do meu interesse e portanto pouca atenção lhe dediquei... Mas imagino que fosse o Santo Graal da malta que era ou sonhava ser radical. Ei, acho que tive um dossier com um desenho de um puto de skate! Radical enough?

O site oficial da RTP inclui uma sinopse sobre o programa:
"Um programa muito radical...

Produzido no início dos anos 90 pela RTP - Porto, o programa "Sem Limites" é dedicado aos chamados desportos radicais.
Apresentado por Clara Sousa, Duarte Miguel e Pedro Mendonça e realizado por Carlos Silva, o programa pretende ser muito jovem, muito fresco, muito radical.
Modalidades como skate, surf, body board, windsurf e snowboard são presença constante nesta série.
Para além de apresentar provas nacionais nestas modalidades, o "Sem Limites" mostra também provas internacionais, bem assim como reportagens sobre técnicas diversas, como por exemplo a feitura de uma prancha de surf".
E directo dos arquivos do Canal Enciclopédia TV, um anúncio ao programa:

"Jovem. Irreverente. Frenético. Sem Limites. Domingo, ao fim da manhã, agarra o Canal 1 ! Sem Limites." dizia a voz off, apropriadamente ao som do hit de 1993 "No Limit" (Sem Limite) dos 2 Unlimited.

Um artigo do MoveNotícias, refere que o jornalista Miguel Torrão se estreou na TV como pivot do "Sem Limites", em finais dos anos 90.

E falando em finais dos 90, do canal de Youtube do skysurfer José Veras, vídeos de 1997 e 1998, já na RTP-2:






E com um logotipo e música diferentes, um genérico com animação de Pat (o ilustrador Álvaro Patrício, cujo mítico trabalho nos separadores e genéricos da RTP já fora abordado pelo Paulo Neto no artigo "Genéricos de Álvaro Patrício (Pat)"):


Até ao momento não consegui confirmar a data de estreia e encerramento, mas é certo que esteve no ar entre 1994 e 1998, pelo menos.

Excerto da programação de 28 de Janeiro de 1996, "Sem Limites" depois do espaço "Infantil/Juvenil":


Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...