sábado, 21 de março de 2015

"Uma Árvore, Um Amigo! / Piquenique, Piquenique!" - Joel Branco (1984)

O Paulo Neto já falou, e muito bem, sobre este disco na Enciclopédia de Cromos: "Joel Branco - "Uma Árvore, Um Amigo", mas não podia evitar de abordá-lo novamente, pelo seu estatuto na memória de uma geração, porque hoje é o Dia Mundial da Árvore e porque tive a sorte de conseguir um exemplar deste single numa feira de velharias alguns meses atrás. Quero partilhar então as capas que digitalizei, para poderem apreciar melhor a deliciosa ilustração da capa frontal, um grupo de crianças a dançar de mão dada e redor de uma árvore com uma cara feliz. Junto ás crianças a mascote do Nesquik, o Cangurik e um miúdo bizarro com a cabeça do adulto Joel Branco.
Ao lado da placa cravada na testa da amigável árvore com o nome do tema principal "Uma Árvore, Um Amigo!", a rapariga de vestido verde diz num balão de diálogo a outra canção: "Piquenique, Piquenique!")

A direcção de orquestra e coros esteve a cargo de Shegundo Galarza, com os coros de elementos do Grupo Infantil da TAP. As canções foram obra de inimitável Carlos Paião e cantadas por Joel Branco ("O Romance da Raposa").


E na capa traseira, as letras das duas faixas para cantar enquanto se escutava o vinil a tocar no gira-discos.Curiosamente, não correspondem 100% à letra da música:

"Uma Árvore, Um Amigo!" [vídeo]
Uma árvore, um amigo
que devemos bem tratar
Um amigo de verdade
tão fiel como a amizade
que podemos cultivar.
Sabes que uma árvore
é um pouco de beleza
que protege a natureza
e purifica o nosso ar
Dá-nos a madeira
e tanta coisa que fascina
A cortiça ou a resina
mais a fruta no pomar
Oh! Vamos fazer uma floresta
vem, plantar amigo uma festa
tão rica e modesta
vamos semear
uma árvore, um amigo... (refrão)
Sabes que uma árvore
é um bem de toda a gente
Não estragues o ambiente
não lhe sujes o lugar
Vamos, vamos, vamos
defender a nossa vida
que uma árvore esquecida
pode ás vezes ajudar.
Sim, vamos fazer uma floresta
Vem, plantar amigo uma festa
tão rica e modesta
vamos semear

uma árvore, um amigo... (refrão)

"Piquenique, Piquenique!" [vídeo]

Piquenique, piquenique, piquenique, mais um piquenique
Piquenique, piquenique, piquenique, vamos passear
Piquenique, piquenique, piquenique, mais um piquenique
Piquenique, piquenique, piquenique, todos a cantar.
Talvez haja um pinheiro
que é bravo, altaneiro,
deixando a resina escorrer
ou um outro que é manso
mais sombra e descanso
com pinhas, pinhões p'ra comer
Eucaliptos a par
que nos deixam no ar
um cheirinho que só nos faz bem
Um sobreiro em repouso
de tronco rugoso
com cortiça e bolotas também
lá vamos
piquenique, piquenique... (refrão)
Castanheiros que dão
uns amigos que são
as castanhas que alguém assará
Um carvalho imponente
parece que é gente
Azinheiras, bolotas, sei lá!
E mais tarde, na hora
de irmos embora
apanhamos o lixo em redor
É bonito o asseio
sujar é tão feio
com tudo limpinho é melhor
lá vamos 
piquenique, piquenique... (refrão)
Como podem confirmar ao ouvir a música, a "Piquenique, Piquenique!" está recheada de pequenos apartes com exclamações apropriadas á situação: "Manel, não te esqueças do farnel!", "Isabel estás toda suja de mel", "Oh João não te sentes no chão", "Oh Zé não faças banzé!", "Oh Luís, tens uma formiga no nariz!", entre outras.  


Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...