sábado, 21 de março de 2015

Freaks and Geeks - A Nova Geração (1999-2000)

por Paulo Neto

Existem séries que duram anos a fio e geram todo um património audiovisual. E depois existem outras que nos seus dias passaram algo despercebidas mas com o tempo e apesar de apenas uma mão-cheia de episódios conseguem deixar um grande legado. Foi esse o caso de "Freaks and Geeks", uma série juvenil que revelou uma geração de jovens actores que viriam a dar cartas no cinema e na televisão. A série, exibida entre 1999 e 2000 nos Estados Unidos, teve apenas uma temporada. Aliás, apenas doze dos dezoito episódios gravados foram inicialmente exibidos pela NBC. Três episódios inéditos seriam posteriormente exibidos mas a série só foi emitida na íntegra aquando de uma reposição. Em Portugal, a série passou na SIC Radical em 2003 sob o título "A Nova Geração".



Criada por Paul Feig e produzida por Judd Apatow, "Freaks and Geeks" passava-se numa pequena cidade do Michigan no início dos anos 80 e capturava um pouco como era vida de um adolescente na América de então. A série seguia as aventuras e desventuras de dois irmãos adolescentes, Lindsay (Linda Cardellini) e Sam Weir (John Francis Daley).



Lindsay é uma jovem em tudo exemplar - boa aluna, filha obediente, craque das olimpíadas da Matemática - até que sofre uma crise de identidade após a morte da sua avó. A partir daí começa a questionar toda a sua vida desde então e a afastar-se dos hábitos antigos. No processo, Lindsay dá por si próxima de um grupo de jovens problemáticos da sua escola: o carismático Daniel Desario (James Franco), a temperamental Kim Kelly (Busy Phillips), o inconveniente Ken Miller (Seth Rogan) e o melancólico Nick Andopolis (Jason Segel). Após as fricções iniciais, Lindsay integra-se no grupo dos ditos "freaks", com os quais tem a oportunidade de dar largas ao seu lado mais ousado, se bem que nem sempre com os melhores resultados. À medida que os vai conhecendo, Lindsay descobre que todos eles têm um lado mais amistoso e que muito do seu comportamento errático é consequência das suas complicadas situações familiares. Mas apesar dessa rebeldia recém-descoberta, Lindsay mantém a sua inteligência e a sua integridade, acabando como agir como a voz da consciência do grupo.



Sam, o irmão mais novo de Lindsay, tem uma longa e forte amizade com Neal Schweiber (Samm Levine), que tem um fraquinho por Lindsay, e Bill Haverchuk (Martin Starr), o típico nerd com óculos de fundo de garrafa. Os três amigos formam um alegre trio de geeks, fanáticos de banda desenhada e ficção científica, mas ressentem-se da fraca aceitação dos colegas e do bullying que sofrem por causa disso. Fora do círculo de amigos, Sam é bastante tímido e lamenta o facto de ser demasiado baixo e pouco desenvolvido para a sua idade, o que impossibilita ser visto com outros olhos pelos outros, sobretudo por Cindy Sanders (Natasha Melnick), a bela cheerleader por quem tem uma paixoneta. Ao longo da série, os três amigos passam por grandes transformações: Neal sofre uma desilusão com o pai que idolatrava, Bill demonstra que apesar das suas fragilidades físicas tem uma personalidade mais forte do que todos julgam, e Sam, quando finalmente consegue conquistar Cindy, desilude-se por esta revelar-se uma rapariga arrogante e superficial. E durante algumas situações mais difíceis, muitos dos colegas e adultos que subestimam os três amigos acabam por demonstrar empatia por eles.


Confrontados com as mudanças na vida dos filhos, os pais de Sam e Lindsay, Harold (Joe Flaherty) e Jean (Becky Ann Baker) também acabam por se questionar a si próprios. Harold leva muito a sério o seu papel de chefe de família, educando os filhos com alguma exagerada severidade, se bem que algumas vezes também mostre o seu lado mais afectuoso. Não vê com bons olhos as mudanças de comportamento de Lindsay e não aprova os seus novos amigos, mas à medida que os conhece melhor acaba por simpatizar com eles, sobretudo com Nick. Jean é a típica dona de casa, devotada à sua família, que gradualmente vai perdendo o medo de impor a sua opinião e de exigir mais reconhecimento do marido e dos filhos pelos seus esforços para cuidar do lar.


Entre outras personagens, há ainda a destacar Millie Kentner (Sarah Hagan), a amiga religiosa e geek de Lindsay que se preocupa com as mudanças de comportamento desta, mas que num dos seus episódios tem ela própria a sua revolta; Jeff Rosso (Dave Gruber Allen) o conselheiro escolar hippie; Ben Fredricks (Tom Wilson), o professor de Educação Física que costuma dificultar a vida a Sam, Neal e Bill, mas que muda de atitude quando passa a namorar com a mãe solteira de Bill; e Amy Andrews (Jessica Campbell), a tocadora de tuba da banda da escola, cuja língua afiada atrai as atenções de Ken, com quem passa a namorar, mesmo depois de descobrir o segredo dela: é hermafrodita.
Pela série também passaram nomes como Shia LeBoeuf, Ben Foster, Jason Schwartzman, Samaire Armstrong, Matt Czuchry e Ben Stiller em participações especiais.

Apesar da sua efemeridade, "Freaks and Geeks" tornou-se rapidamente uma série de culto, pelos seus diálogos inteligentes, pelo fresco da América nos primeiros anos da era Reagan e pelos excelentes desempenhos do jovem elenco, fazendo regularmente parte das listas das melhores séries juvenis de sempre e das séries que foram canceladas cedo demais. A banda sonora, constituída pelo rock clássico do início dos anos 80 (como por exemplo "Bad Reputation" de Joan Jett, utilizada no genérico), é outra das suas características marcantes. A série já teve direito a duas edições em DVD e  à publicação dos guiões. 

Reunião do elenco em 2011

Mas claro está, o principal legado de "Freaks and Geeks" foram os talentos revelados no jovem elenco. O produtor executivo Judd Apatow tornou-se um nome de primeira linha em Hollywood. James Franco, neto de um madeirense, afirmou-se como um dos talentos da sua geração, tendo sido nomeado para o Óscar em "127 Horas", alternando a sua carreira entre blockbusters como "O Homem Aranha"e "Comer, Orar, Amar" e filmes independentes. Linda Cardellini foi a Velma nos filmes do "Scooby Doo" e notabilizou-se também em séries como "E.R." e "Mad Men". Além das diversas incursões do cinema, Jason Segel imortalizou-se como o Marshall de "Foi Assim Que Aconteceu". Seth Rogen tem sido presença regular no grande ecrã, destacando-se títulos como "Knocked Up - Um Azar do Caraças" e "50/50". John Francis Daley e Busy Phillips integram o elenco fixo de, respectivamente, "Ossos" e "Cougartown". Samm Levine entrou em "Sacanas Sem Lei" de Quentin Tarantino e Martin Starr continua bastante activo entre filmes independentes e em participações especiais em séries como "Hawaii Five-O" e "Sillicon Valley".

Genérico:


   

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...