terça-feira, 4 de outubro de 2016

Programação do início das emissões da SIC (Outubro 1992)

por Paulo Neto

Esta semana, contam-se 24 anos que a Sociedade Independente de Comunicação S.A., vulgo SIC, iniciou as suas emissões, marcando assim o princípio da televisão privada em Portugal e de uma revolução no panorama televisivo nacional. Para aqueles que se recordam vividamente de como era ter somente dois canais de televisão (ou no meu caso, apenas um), parecerá espantoso como já foi há quase um quarto de século que isso aconteceu, aos 6 dias do mês de Outubro de 1992, com um bloco informativo conduzido por Alberta Marques Fernandes. Ou que já existam em Portugal milhares de pessoas com essa idade (algumas delas já com filhos!) que não sabem o que era televisão no monopólio da RTP e que algo assim deves-lhe parecer irreal.



Já falei aqui sobre o blogue Citizen Grave, de Francisco Grave, alguém que esteve por dentro dos primórdios da SIC, na função de director de programas estrangeiros. Francisco Grave faleceu em 2013, mas o blogue continua online e recomendo uma visita, nomeadamente aos textos em que fala precisamente sobre o seu trabalho na SIC, e onde se encontram também vários recortes de artigo da imprensa nacional sobre o início das emissões da SIC. Um desses artigos, extraído de "O Jornal" de 18 de Setembro de 1992, continha um croquis com a grelha da programação inicial prevista para a primeira semana da SIC e a descrição dos seus programas. (Segundo a publicação, "uma grelha de combate total à RTP.") Por tudo isto será interessante saber quais eram os programas que faziam parte da SIC durante as suas primeiras emissões.


Ver o texto do blogue Citizen Grave onde se encontra este recorte AQUI.


Segunda a sexta-feira
No seu primeiro ano de emissões, a SIC não tinha programação de manhã nos dias de semana. Por exemplo recordo-me de ver, no Verão de 1993, programas de televendas (onde um dos produtos anunciados era o mítico elixir anti-calvície GLH) ao princípio da tarde antes do início da emissão às quatro horas com os "Gladiadores Americanos".
16:30: "Boa tarde. Estudantes de luto contra as propinas." Foi com estas palavras que Alberta Marques Fernandes começou o bloco informativo com que arrancou a emissão da SIC a 6 de Outubro de 1992. Foi também noticiado o polémico gesto de Sinead O'Connor que rasgou uma foto do Papa João Paulo II durante a emissão em directo do "Saturday Night Live". A SIC sempre deixou claro que a sua principal aposta seria a informação por isso fez todo o sentido que as suas emissões se iniciassem com um bloco de notícias.
17:00: Sob condução de Catarina Furtado, havia um bloco dedicado a alguns dos programas da MTV Europa como MTV Dance, 3 From 1 (com três videoclips do mesmo artista) ou MTV At The Movies. No entanto, acho que este espaço não durou muito neste horário pois quando finalmente tive a SIC sintonizada em casa dois meses depois, os blocos da MTV tinham sido relegados para as altas horas da noite.
17:30 Um espaço dedicado a séries de ficção e documentais, destinadas ao público jovem:
- "As Mais Belas Máquinas" (segunda-feira) : programa sobre desportos motorizados, carros de luxo e os automóveis do futuro.
- "O Quinteto do Lado"("Guys Next Door, 1990-91") (terça-feira): um programa de variedades com sketches cómicos e números musicais protagonizado pela boyband que dava nome ao título original, formada por Patrick J. Dancy, Eddie Garcia, Bobby Lesie, Christopher Wolf e Damon Sharpe, este último actualmente um conceituado produtor musical. Era digamos, um Saturday Night Live para adolescentes, ou não fosse também um programa da NBC.
A boyband protagonista de "O Quineto do Lado"

- "Aventura" (quarta-feira): magazine sobre desportos radicais apresentado pelo Super Homem himself, Christopher Reeve.
- "Batman" (1966-1968) (quinta-feira): Qual Michael Keaton, o Batman original é Adam West, o mayor da cidade de Quahog no estado de Rhode Island! Agora a sério, com o homem-morcego em alta no início dos anos 90 devido aos dois primeiros filmes da saga realizados por Tim Burton, impunha-se a transmissão da série original dos anos 60 (que não sei se a RTP chegou alguma vez a transmitir), com Adam West no papel principal e Burt Ward como Robin.

Adam West e Burt Ward, os Batman e Robin originais

- "Elvis" (sexta-feira): série biográfica de 1990 sobre a vida do rei do rock & roll, com Michael St. Gerard no principal papel.

Michael St. Gerard foi Elvis Presley numa série biográfica

18:00 "Responder À Letra": Este foi o primeiro programa da SIC que eu vi, em casa da minha avó. Neste concurso apresentado por José Jorge Duarte, os concorrentes tinham que responder a perguntas cuja resposta começava por uma determinada letra, daí o título. O concurso tinha a particularidade curiosa de ser disputado entre um concorrente individual e uma dupla de dois concorrentes. Como em praticamente tudo o que era concurso na altura na RTP, era também patrocinado pelas Lojas Singer.
18:30 Seguia-se outro bloco informativo de quinze minutos, de segunda a sábado.
18:45 "Praça Pública" foi um dos grandes marcos da programação dos primórdios da SIC, dando voz e espaço a problemas e situações por esse Portugal fora, que nunca o tinham tido na RTP. Consta que o programa ajudou a resolver algumas das situações aflitivas de várias comunidades do país e foi aí que o povo começou a perceber o poder da televisão para resolução dos seus casos, começando aí a famosa crença de que as pessoas mais depressa chamam a televisão do que a polícia. A apresentação era dividida por Nuno Santos e Júlia Pinheiro. A seguir ao programa seguia-se o primeiro espaço de meteorologia (que nos princípios era apresentado por duas caras eternas da estação, José Figueiras e Ana Marques) e havia espaço para o "Jornalouco", um esboço daquilo haveria de ser o "Contra-Informação".
Júlia Pinheiro apresentava "Praça Pública"

19:30 "Plumas & Lantejoulas": telenovela brasileira de 1980, de título original "Plumas & Paetês*", nunca exibida em Portugal, centrado na personagem de Marcela (Elizabeth Savalla), uma jovem de Minas Gerais que após um acidente de automóvel rumo a São Paulo, decide assumir uma nova identidade para ser acolhida por uma família rica. A indústria da moda era outro tema central da trama. O elenco contava com nomes conhecidos como José Wilker, Eva Wilma, Paulo Goulart, Cláudio Marzo, Eloísa Mafalda, Ary Fontoura, Elizângela e José Lewgoy.


* Um paetê é um tecido feito de lantejoulas. Só para o caso de terem pensado nisso.
20:00 "Jornal da Noite": José Alberto Carvalho conduzia o principal bloco noticiário que pretendia competir directamente com o "Telejornal" da RTP. Aos domingos, o espaço tinha o nome de "Jornal de Domingo" e era conduzido por Paulo Nogueira.

20:30 "Tereza Batista": série brasileira de 28 episódios, adaptada do romance de Jorge Amado "Tereza Batista Cansada De Guerra", protagonizada pela actriz Patrícia França.
Patrícia França, protagonista de "Tereza Batista"

Horário nobre
Segunda-feira:
21:15 "Justiça Negra" ("Dark Justice", 1991-1993): série americana sobre um juiz que farto de ver criminosos escaparem pelas teias da lei, decide fazer justiça pelas próprias mãos, formando um grupo de justiceiros civis que actuam de noite. Dois actores encarnaram o protagonista, o juiz Nicholas Marshall: Ramy Zada e Bruce Abbott. O elenco contou ainda com uma então pouco conhecida Carrie-Ann Moss. A série teve ainda a particularidade de ter toda a sua primeira temporada gravada em Barcelona.

22:30 "Fogo Cruzado": não havia informações sobre este programa. Na altura, a RTP2 também estreava um programa de debate com o mesmo nome. Suponho que o programa da SIC mencionado seria aquele que posteriormente viria a ser conhecido como "Crossfire", conduzido por Miguel Sousa Tavares e Margarida Marante.
23:20 "A Família Do Senador": não consegui encontrar informações sobre esta série, que provavelmente seria sobre as ambições de um senador americano e a relação deste com a sua família.

Terça-feira:
22:00 "Noite de Estreia": um dos emblemáticos espaços de cinema da SIC dos anos 90. No seu primeiro dia de emissões, a 6 de Outubro, foi exibido o filme "A Guerra das Rosas" com Kathleen Turner e Michael Douglas. Porém, a "Noite de Estreia" não tardaria a transitar para as noites de segunda-feira, creio que ainda durante o ano de 1992.
"A Guerra das Rosas" foi o primeiro filme transmitido pela SIC

23:30 "Benny Hill": o mítico programa do lendário comediante britânico, que tinha falecido em Abril desse ano, famoso pelos divertidos sketches, muitos deles envolvendo moçoilas bonitas e arejadas, um velhote baixinho e careca a quem todos davam caldunços e corridas a alta velocidade.

Quarta-feira:
21:15 "Cops": um dos primeiros reality shows de sempre, com uma equipa de televisão a acompanhar ao vivo as actividade de uma brigada de polícia, registando em primeira mão todos os confrontos, por vezes extremamente violentes, entre polícias e criminosos. Estreado em 1989, o programa continua no ar nos Estados Unidos, estando a caminho da sua 28.ª(!) temporada. "Cops" popularizou o tema "Bad Boys" do Inner Circle, utilizado como tema de genérico.


22:00 "O Príncipe de Bel-Air": Já falámos há uns tempos sobre esta célebre sitcom americana protagonizada por Will Smith. Ler o texto sobre ela AQUI.
22:30 "Batalhas Conjugais" ("Civil Wars", 1991-1993): Mariel Hemingway é a protagonista desta série americana ("Civil Wars" no original) sobre um grupo de advogados especializados em processos de divórcio litigioso.
23:30 "O Passageiro Imprevisto" ("The Hitchhiker", 1983-1993): Uma série ao estilo de "A Quinta Dimensão" em que cada episódio contava uma história diferente de suspense e mistério. A série contou com participações de vários actores conhecidos como Kirstie Alley, Willem Dafoe, Helen Hunt, Lorenzo Lamas, Michael Madsen, Ornella Muti e Gene Simmons. O artigo de "O Jornal" refere ainda que alguns episódios foram realizados por cineastas famosos como Paul Verhoeven e Roger Vadim.

Quinta-feira
21:15 "Repórter da Meia-Noite" ("Midnight Caller", 1988-1991): Eis uma série  que não dei por ela na altura mas que gostaria de rever, quando um amigo que em tempos sonhava trabalhar em rádio me falou dela há uns anos. A premissa era algo semelhante à de "Justiça Cega", mas desta vez o protagonista era Jack Killian (Gary Cole), um ex-polícia que passa a trabalhar como locutor de um programa nocturno de rádio onde atende chamadas de vários ouvintes e que de dia trabalha como detective privado para investigar alguns dos problemas revelados pelos ouvintes. Segundo a Wikipedia, um dos episódios da série foi criticado por vários grupos da comunidade LGBT por incluir uma personagem de um homem bissexual seropositivo que infectava deliberadamente mulheres que quando é morto é levado por uma equipa com fatos de protecção, alegando que a abordagem da série quanto ao problema da SIDA (sobre o qual o conhecimento público ainda era pouco) era incorrecta e homofóbica.
Os actores de "Repórter da Meia-Noite"

22:30 "Conta Corrente": o programa que marcava o regresso à televisão de Margarida Marante após o seu polémico processo de despedimento da RTP, onde ela entrevistava uma figura política a cada semana.
23:20 "Deixem Correr O Sangue" ("Let The Blood Run Free", 1990-1992): outra série que fiquei com curiosidade em ver. Uma série australiana que parodiava as séries de dramas hospitalares, que tinha começado como um espectáculo de comédia de improvisação em Melbourne. Foi uma das primeiras séries interactivas onde o público podia escolher o caminho que as histórias podiam tomar e notabilizava-se pela forma como desrespeitava várias convenções televisivas.

Sexta-feira
21:15 "Os Dias do Cinema": outro célebre espaço de cinema dos primórdios da SIC. Segundo o artigo, no início teve apresentação da actriz brasileira Christiane Torloni que na altura vivia cá em Portugal. Para a estreia deste espaço no dia 9 de Outubro, iria ser exibido o filme "Inquérito Escaldante" de Sidney Lumet com Nick Nolte e Timothy Hutton.
23:30 "Cuidado Com As Aparências" ("Keeping Up Appearances", 1990-1995): Uma famosa sitcom britânica com Patricia Routledge no papel de Hyacinth Bucket, uma mulher obcecada com as boas maneiras e ascensão social, para desespero dos seus familiares e vizinhos. Em Fevereiro de 2016, a série foi confirmada como a produção da BBC mais vendida em todo o mundo. Em 2000, houve uma adaptação portuguesa, também exibida na SIC, com Catarina Avelar no principal papel.
Elenco da série "Cuidado Com As Aparências"
00:00 "Os Amores de Lídia" ("Love for Lydia", 1977): Série britânica de 1977 baseado no romance de H.E. Bates sobre quatro jovens apaixonados pela Lídia do título, sendo que um deles é o grande Jeremy Irons. À exibição desta série na SIC não devia ser estranho o facto de Irons ter nesse ano ganho o Óscar de Melhor Actor por "Reveses da Fortuna" (e não por "Irmãos Insperáveis", como vem no artigo).


Fins de semana
Ao fim de semana, as emissões iniciais da SIC abriam abriam às 14 horas.
14:00 Apenas duas séries de animação faziam parte das primeiras semanas de emissão. Aos sábados, "As Aventuras de T-Rex"  (sobre a qual o David Martins já falou AQUI) e aos domingos, a versão anime de "O Livro da Selva" ("Jungle Book Shonen Mowgli, 1989-90) -no artigo vem erradamente como "O Livro da Semana!"- que tal como o famoso filme da Disney adaptava a obra de Rudyard Kipling sobre Mowgli, um rapaz que cresceu na selva no meio de animais selvagens.
A série anime de "O Livro da Selva"

14:40 O mítico magazine dos desportos radicais "Portugal Radical" foi um dos sucesso mais imediatos da SIC. (Quem nunca sonhou ser o destinatário do beijo que Rita Seguro enviava no final de cada programa: "Até lá, mmmmmuá!"?). O "Portugal Radical" (ler texto do David Martins AQUI) via-se ao princípio aos sábados, seguido de um episódio de "Globo Ciência", que como o nome indica era uma magazine sobre ciência produzido pele Rede Globo. Aos domingos, era transmitido a série documental de cariz ecológico "Um Planeta, Uma Família".
Rita Seguro em "Portugal Radical"

15:00 Às 15 horas era espaço para mais cinema: "Sessão Aventura" aos sábados com filmes de cinema de aventura. Para o primeiro sábado de emissões na SIC, a 10 de Outubro, foi transmitido "Em Busca Da Esmeralda Perdida", mais um filme com Kathleen Turner e Michael Douglas. Aos domingos, o espaço tinha o nome de "Chiado Terrasse", onde seriam exibido alguns filmes mais antigos e no domingo dia 11 de Outubro, foi transmitido o filme "A Rapariga das Violetas", protagonizado por Sarita Montiel, uma das maiores divas do cinema espanhol.
17:30 No artigo, este espaço seria ocupado com mais conteúdos da MTV. Segundo outro recorte do blogue Citizen Grave, neste espaço aos domingos, estreou ainda em Novembro de 1992 a série anglo-americana "Terminal Max" ("Max Headroom", 1987-1988), protagonizada por um das primeiras personagens virtuais animadas em 3D, Max Headroom.  

18:00 A série de acção "Comando Relâmpago" ("Lightning Force", 1991-1992), uma série de acção para ver aos sábados e ao domingo, já falámos AQUI nesta série: "Raven" com Jeremy Meek no papel principal de um mestre de artes marciais a investigar casos no Hawaii enquanto ajusta contas com o passado.

18:45 Enquanto aos sábados, tal como nos dias da semana, eram exibidos o noticiário das 18:30, "Praça Pública" e "Plumas e Lantejoulas", aos domingos os fins de tarde eram preenchidos com o concurso "Encontros Imediatos", ao início apresentado por Manuela Maria, do qual já falámos AQUI e que foi o programa mais visto da primeira semana da SIC e pela sitcom "Giras e Pirosas" (e não "Giras e Perigosas" como vem no artigo), uma séries sobre o dia-a-dia cheio de peripécias de patrões, empregados e clientes de um salão de cabeleireiro. O elenco contava, entre outros, com Maria Vieira, Lena Coelho, Delfina Cruz, Custódia Gallego, Margarida Reis, Carlos Areia, Octávio de Matos e Paulo Matos. Foi portanto a primeira produção SIC de ficção nacional, ainda que fosse escrita, produzida e realizada por brasileiros.

Carlos Areia em "Giras e Pirosas"

20:30 Enquanto aos sábados após o "Jornal da Noite", ia para o ar mais um capítulo de "Tereza Batista", aos domingos, a seguir ao "Jornal de Domingo", vinha para o ar o "Cosby Show", a sitcom campeã de audiência nos Estados Unidos e à qual se reconhece um significativo contributo para o reconhecimento e valorização da comunidade negra nos Estados Unidos. Infelizmente, hoje a série é um programa maldito devido às várias acusações de violação que pesam sobre Bill Cosby.
A família Huxtable, protagonista de "Cosby Show"

21:15 As noites de sábado dos primórdios da SIC eram de levar as emoções ao rubro, primeiro com transmissões de wrestling com comentário de Jorge Perestrelo (mas de uma liga diferente daquela dos programas de wrestling que davam na RTP) e depois com o lendário "Água Na Boca", sobre o qual eu escrevi o meu primeiro texto neste blogue e que, mais do que qualquer outro programa dos primórdios da SIC, demonstrou a Portugal que isto da televisão privada era um admirável mundo novo...
Aos sábados à noite, SIC deixava Portugal com "Água Na Boca"

E por fim, havia espaço para um telefilme. Para o dia 10 de Outubro, foi transmitido "Perry Mason: O Caso da Lição Mortal", um dos vários telefilmes dos anos 80 e 90 onde Raymond Burr recuperava a sua mítica personagem do advogado cujo nome dava o título à famosa série dos anos 60.
Nas noites de domingo, o espaço de cinema tinha o título de "Maiores de 17", o que pressupunha a exibição de filmes para um público mais adulto, como era o caso de "Os Amantes de Maria" com Nastassja Kinski e Robert Mitchum, exibido a 11 de Outubro. (Porém com o tempo, essa designação acabou por se tornar irrelevante, pois recordo-me que já em 1994, eram exibidos em "Maiores de 17" filmes para maiores de 6 anos, como por exemplo "O Pestinha").
Antes do Último Jornal de domingo, havia também espaço para um programa de entrevistas "Segredos", conduzido por Helena Sacadura Cabral, então colunista da revista "Máxima", que pretendia revelar facetas mais escondidas de figuras públicas.

Além dos filmes já referidos, o artigo refere outros filmes que foram exibidos pela SIC em Outubro de 1992 que incluíam títulos como "A Insustentável Leveza do Ser", a adaptação de 1976 de "Os Três Mosqueteiros", "Os Incorruptíveis Contra A Droga 1 e 2", "Sinfonia dos Trópicos" com Carmen Miranda, "Coração Selvagem", "Barreira de Fogo" de Clint Eastwood, "10 - Uma Mulher de Sonho" com Bo Derek e "Papá", telefilme com Patrick Duffy e Lynda Carter que adaptava o romance de Danielle Steel.
Os dois filmes de "Os Incorruptíveis Contra A Droga" foram exibidos pela SIC em Outubro de 1992


À luz da actual programação da SIC e de toda a televisão generalista em Portugal, digam lá se não sabe bem recordar estes tempos? Seja como for, muitos parabéns à SIC.

Anúncio sobre o arranque das emissões da SIC


Imagens da redacção da SIC no primeiro dia de emissões:





Folheto sobre como sintonizar a SIC







Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...