terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

"Children" Robert Miles (1995)

por Paulo Neto

Nem sempre a música precisa de palavras para nos tocar e em 1996, um tema instrumental de música electrónica acabou por tocar muita gente dentro e fora das pistas de dança.

Algo pouco habitual na altura, o ano de 1996 viu três temas instrumentais serem campeões de vendas um pouco por todo o mundo. Dois deles já eram bem conhecidos: o tema da série "Ficheiros Secretos" de Mark Snow, que foi finalmente editado em single nesse ano e uma versão do tema de "Missão: Impossível" por parte de Adam Clayton e Larry Mullen Jr. dos U2 para o primeiro filme da saga cinematográfica protagonizada por Tom Cruise que adaptava a célebre série de televisão. E o terceiro foi "Children" do DJ/compositor italiano de origem suíça Robert Miles, originalmente editado em Novembro de 1995 mas que nos meses seguintes foi subindo pelos tops europeus acima até ser o single mais vendido na Europa no ano de 1996.



Robert Miles, de seu verdadeiro nome Roberto Concina, nasceu a 3 de Novembro de 1969 em Fleurier na Suíça francófona, onde os seus pais estavam emigrados, tendo-se mudado aos 10 anos para Itália com a família, onde cedo aprendeu a tocar piano, iniciando-se na actividade musical como compositor, DJ e animador de rádio.

Uma versão inicial de "Children" de 1994 era uma simples composição de sintetizador e guitarra acústica. Porém a faixa viria a ser convertida num tema de "dream house" com uma inconfundível melodia de piano. Miles apontou duas inspirações para o tema: fotos de crianças vítimas da guerra na Bósnia (daí o título) e a intenção de criar algo para acalmar os ânimos dos frequentadores de raves no final das festas, de forma a evitar acidentes de viação no regresso a casa. A imprensa italiana tinha na altura dado destaque ao elevado índice de sinistralidade rodoviária relacionado com a cultura rave, já que se verificava semanalmente um preocupante número de acidentes, um pouco por todo o país, entre pessoas vindas das raves, por adormecimento ao volante ou por efeitos do consumo de álcool ou drogas, num fenómeno que os media italianos rotularam de "strage de sabbato sera" (matança de sábado a noite). Para evitar esse tipo de acidentes, Robert Miles e outros DJ's passaram a incluir temas de "dream house" no seu repertório para diminuir a adrenalina dos ravers ao fim da noite, uma iniciativa bem recebida pelas autoridades.



"Children" foi originalmente editada numa compilação do célebre DJ Joe T. Vanelli, que promoveu o tema nas discotecas de Miami e de Ibiza e cujo sucesso requereu uma edição oficial em single. Gradualmente, o tema tornou-se um sucesso comercial, tendo chegado ao top 5 em praticamente todos os países da Europa, atingindo o primeiro lugar do top em Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Itália, Noruega, Suécia e Suíça. Também foi top 30 nos Estados Unidos. 

"Children" teve dois videoclips: um deles a cores, que juntava imagens de crianças a brincar e pessoas a dançar (as duas inspirações do tema), mas o mais famoso é aquele a preto e branco, filmando uma viagem de carro pelos olhos de uma menina que vai no banco de trás.







Após o sucesso de "Children", repetiu a fórmula no single seguinte "Fable", que era algo semelhante. A principal diferença é que apesar da versão principal ser instrumental, havia também uma versão cantada (a "Message Version"), com voz de Fiorella Quinn. Depois foi lançado o álbum "Dreamland", que chegou a ser n.º 1 em Portugal.



O terceiro single contou com a presença da cantora inglesa Maria Nayler. "One & One" foi escrito pelos célebres compositores Billy Steinberg e Rick Nowels em parceria com a cantora argentina Marie-Claire D'Ubaldo. A cantora polaca Edyta Gorniak foi a primeira a gravar a canção mas a sua versão só foi editada posteriormente. A versão de Miles e Nayler foi mais outro sucesso europeu. Em 1997, Robert Miles recebeu o prémio BRIT para Melhor Revelação Internacional.


Em 1997, Robert Miles editou o segundo álbum "23 am" do qual se destaca o belíssimo tema "Freedom", interpretado por Kathy Sledge das Sister Sledge.


Robert Miles em 2014


Robert Miles continua no activo, dividindo-se actualmente entre Londres e Ibiza, mas foi-se gradualmente afastando da ribalta, preferindo enveredar por sonoridades mais experimentais nos seus três álbuns seguintes (o mais recente é de 2011). Tem também a sua label discográfica e uma estação de rádio que transmite a partir de Ibiza. Miles também tem composto música para filmes documentários e publicidade.
Enquanto isso "Children" continua a ser objecto de várias versões, samples, remisturas e a ser utilizado no cinema, televisão e publicidade, sendo apontado como o tema responsável por trazer o sub-género do trance para o grande público. E muitos, incluindo eu, incluem-no na banda sonora pessoal dos seus momentos mais felizes dos anos 90.  

ACTUALIZAÇÃO (Maio 2017): Robert Miles faleceu no dia 9 de Maio de 2017. 
   

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...