terça-feira, 4 de abril de 2017

Fogo Com Fogo (1986)

por Paulo Neto

Quando a pesquisa sobre um cromo te faz descobrir outro cromo...Foi o que aconteceu enquanto procurava imagens e vídeos no YouTube para o meu texto sobre o filme "Splash - A Sereia". Link puxa link, fui dar a um trailer de um filme de 1986 do qual as únicas e muito remotas memórias que eu tinha era de ver exemplares em VHS nos clubes de vídeo da minha terra. Como a premissa era semelhante à de um dos meus tesourinhos dos anos 80 preferidos, "Reckless - Jovens Sem Rumo", fiquei com curiosidade para vê-lo e acabei por visualizá-lo na íntegra num daqueles uploads manhosos do YouTube, com o ecrã aumentado e a música acelerada.



"Fogo Com Fogo" (no original "Fire With Fire", "Brincando Com O Fogo" no Brasil) foi realizado por Duncan Gibbins e protagonizado por Virginia Madsen e Craig Sheffer e é uma fusão ao estilo eighties de duas arreigadas narrativas fílmicas, a da boa moça e do bad boy que se perdem de amores e a dos jovens apaixonados em luta contra tudo e contra todos.



Joe Fisk (Sheffer) é um jovem do lado errado da lei que vai parar a um acampamento/reformatório para rapazes problemáticos algures no estado do Oregon, comandado pelo autoritário agente Duchard (Jon Polito), que nunca se separa da sua espingarda e nunca hesita em ameaçar de dar a provar o gosto da pólvora aos jovens detidos. Durante um exercício numa floresta, Joe depara-se com uma bela jovem a flutuar no lago. Essa beldade é Lisa Taylor (Madsen), uma aluna exemplar de um colégio de freiras local, que está a fazer um trabalho fotográfico onde ela recria o quadro "Ophelia" de John Everett Millais e que fica igualmente fascinada por Joe.


Os dois voltam-se a encontrar durante uma ida ao cinema (para ver "Sexta-Feira 13 - Parte V") e ao perceber que Joe é um dos rapazes do reformatório, Lisa propõe um baile no colégio para os rapazes da instituição, como um gesto da caridade para com esses jovens desfavorecidos. Surpreendentemente, e apesar de milhares de regras e a ameaça de qualquer atrevimento ser cortado logo pela raiz, as freiras do colégio aceitam a proposta. Obviamente que tanto as alunas do colégio como os rapazes do reformatório recebem a notícia com grande entusiasmo e o baile decorre animadamente ao som de vários hits da época. Joe e Lisa finalmente conversam enquanto dançam e esse contacto só faz arder ainda mais a paixão que surgiu entre ambos. 
Mesmo com o colégio e o reformatório a proibirem qualquer contacto com membros do sexo oposto, os dois jovens vão arranjando maneira de se contactarem e de se encontrarem, acabando por consumar a paixão num mausoléu do cemitério local. Mas quando a relação é descoberta, Joe e Lisa lançam-se numa fuga contra as autoridades, até ao confronto final com Duchard.




"Fogo Com Fogo" foi mais um daqueles filmes que tiveram um sucesso modesto nos cinemas mas que se popularizaram através da venda e aluguer em vídeo, gerando posteriormente edição em DVD e BlueRay. Não é um filme em que se veja algo de muito original, profundo ou verosímil (embora ao que parece seja baseado em factos verídicos) mas que entretém e beneficia bem do efeito cápsula do tempo. A minha cena preferida é a do baile onde são tocados hits de Prince (deve ser o único filme além de "Purple Rain" onde se ouviu "Computer Blue"), Huey Lewis & The News, John Waite, Stephanie Mills e Bryan Ferry, para além do tema-título do filme, interpretado pelos Wild Blue.

       
Virginia Madsen e Craig Sheffer, apesar de já na altura estarem bem na casa dos vinte, têm bastante química e são convincentes como o casal adolescente protagonista. A irmã do actor Michael Madsen já tinha no currículo dois papéis icónicos: a princesa Irulan em "Dune" e a violoncelista objecto da paixão do computador Edgar em "Elctric Dreams - Amor e Música".



Jon Polito, famoso pela sua participação em vários filmes dos irmãos Coen (e falecido em Setembro passado), é o único secundário que rouba algum destaque ao parzinho protagonista como o autoritário chefe do reformatório (que por algumas cenas com Sheffer, fiquei com a ideia que umas das razões daquela agressividade toda para com Joe era por não poder deitar-lhe a mão de outra forma). Destaque ainda para Myron, o amigo de Joe (J.J. Cohen), conhecido como "The Mapmaker", e para três experientes actrizes no papel de três freiras do colégio: Kate Reid, Jean Smart e Ann Savage, com esta última, um ícone do cinema série B dos anos 40, a regressar aos filmes após mais de trinta anos, para fazer da madre superiora do colégio. Foi também o primeiro filme do actor D.B. Sweeney ("A Bela Memphis", "Jardins de Pedra", "Taken 2") como outros dos rapazes detidos no reformatório.
Convém ainda salientar a fotografia de Hiro Narita, sobretudo nas cenas da floresta, filmadas no estado canadiano da Columbia Britânica. E se o filme parece ter muito de videoclip, não é à toa, já que o realizador Duncan Gibbins era um conhecido realizador de videoclips (Eurythmics, Wham!, George Michael, Bananarama, Communards). Infelizmente, Gibbins faleceria em 1993 num incêndio.

Craig Sheffer e Virginia Madsen na actualidade

Craig Sheffer continua activo em cinema e na televisão, destacando-se o seu desempenho no filme "Duas Vidas E Um Rio", ao lado de Brad Pitt, no clássico de culto de terror "Nightbreed" e na série "One Tree Hill". A carreira posterior de Virginia Madsen continuou a ser bastante prolífica no cinema e na televisão (actualmente está na série "Designated Survivor") mas só conseguiu de novo grande notoriedade com o seu papel em "Sideways" (2004), para o qual foi nomeada para um Óscar e recebeu várias distinções. Consagrava-se assim finalmente aquela que, apesar de alguns papéis icónicos, nunca esteve no mesmo pedestal de outras louras de Hollywood suas contemporâneas, embora não ficasse a dever em nada à maioria delas em beleza e talento.  

Existe uma conta no Tumblr dedicada ao filme: http://firewithfire1986.tumblr.com/

Trailer:


Wild Blue "Fire With Fire"


Cena do baile:







Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...