terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Mariah Carey "All I Want For Christmas Is You" (1994)

por Paulo Neto

Hoje por hoje, Mariah Carey está confortavelmente na fase de descansar sobre os seus louros, onde já não precisa que o seu novo material seja relevante e onde é mais falada pelas suas extravagâncias do que pelo seu trabalho musical. Mas bem que a cantora nova-iorquina se pode refastelar, pois foram muitos os louros colhidos desde o início da carreira em 1991 quando viria a tornar-se a artista feminina que mais vendeu na década de 90. Os Estados Unidos renderam-se a ela logo com o álbum homónimo de estreia mas o resto do mundo, em particular a Europa, só foi conquistado com o terceiro álbum "Music Box" de 1993, em especial graças a singles épicos como "Dreamlover", "Hero" e a sua versão de "Without You", um original de 1972 de Harry Nilsson, que se tornou um clássico da baladaria nineties, banda sonora de declarações de amor entre casalinhos e tema de eleição para participantes em programas de talentos musicais e sessões de karaoke. 
Mas por entre todos os seus numerosos hits perfilados, os discos de platina arrecadados e as notas impossivelmente agudas atingidas, há um fruto particularmente saboroso que Carey pode gabar-se de colher a cada ano.



Depois do sucesso mundial do álbum "Music Box" foi com alguma surpresa que se descobriu que o disco seguinte era integralmente dedicado à temática natalícia a editar no Natal de 1994. Um conceito de álbum que já foi algo prolífico em tempos passados mas que na altura era algo a que apenas glórias do passado se atiravam. Mas tal era a popularidade de Carey na altura que o álbum "Merry Christmas" foi recebido com entusiasmo pelo público e com elogios da crítica. O disco continha clássicos hinos de Natal como "Silent Night", "Santa Claus Is Comin' To Town" e "Gloria (In Excelsis Deo)" (que eu em petiz julgava que era "e nasceu sincero"!) e três temas originais, sendo que um deles viria a tornar-se um clássico tema de Natal por direito próprio, o primeiro single "All I Want For Christmas Is You" - que ainda permanece como o mais recente standard natalício.

Trata-se de um tema saborosamente retro a lembrar sonoridades como os Beach Boys e os grupos femininos dos anos 60 como as The Ronettes, onde Carey chilreava que não queria saber dos presentes, das luzes, da neve, de nada além do seu amado durante o Natal. A tudo isto juntavam-se umas poderosas vozes no coro, muitos guizos e sinos natalícios e um ritmo dançante e a canção tornou-se desde logo imprescindível para a banda sonora da quadra em todos os Natais desde aquele de 1994.
Segundo Walter Afanasieff, que produziu e compôs a canção com Carey, a canção foi escrita em apenas 15 minutos e embora pareça que foi utilizada uma enorme banda, na verdade Afanasieff compôs tudo no seu computador, pelo que a única adição foram as vozes de Mariah e do coro. Ele também diz que apesar da gravação do álbum ter sido em Agosto, puseram árvores e luzes de Natal no estúdio para invocar o espírito natalício avant la lettre.   




"All I Want For Christmas Is You" teve dois videoclips: um em que Mariah Carey recuava no tempo e actuava num programa de televisão a preto e branco dos anos 60 e outro em que ela surgia ora vestida de Mãe Natal, ora a decorar uma árvore, ora em brincadeira na neve com direito a sentar-se no colo do Pai Natal (papel desempenhado pelo seu então marido Tommy Motolla). Decerto que não foram poucos aqueles que no Natal de 1994 sonharam em ver Mariah a descer pela chaminé para lhes oferecer o seu calor humano.





Nos anos seguintes, o tema foi ganhando lugar cativo nas playlists das rádios em todo o mundo por alturas do Natal, a par de clássicos como "Last Christmas" e à medida que a era digital e do mp3 avançava, foi figurando na lista das canções com mais downloads. Mas para mim, o momento em que "All I Want For Christmas Is You" se tornou definitivamente um standard natalício foi aquando da sua inclusão no filme de 2003 "Love Actually - O Amor Acontece" em que uma das cenas mais ternurentas era aquela em que a jovenzinha Olivia Olson interpretava o tema sob o olhar embevecido de Thomas Sangster na bateria.



Desde 2007, em que canções sem edição física puderam figurar na top de singles britânico, "All I Want For Christmas Is You" tem regressado sempre a essa tabela a cada mês de Dezembro. É um dos singles mais vendidos de sempre no Japão por um artista estrangeiro. Nos Estados Unidos, é o toque de telemóvel natalício mais vendido de sempre. Entre aqueles que já gravaram um versão do tema ou já o cantaram ao vivo contam-se nomes como Shania Twain, Michael Bublé, Cee-Lo Greene, Ariana Grande, Idina Menzel, John Mayer, My Chemical Romance e Justin Bieber que em 2011, gravou o tema precisamente em dueto com Mariah Carey (mas quando menos se falar dessa versão, melhor). Ah, e também o nosso David Fonseca!



O sucesso do tema e do álbum inspirou outros artistas contemporâneos a gravar também o seu álbum natalício, alguns com semelhante sucesso como Michael Bublé em 2011. A própria Mariah Carey editou outro álbum de Natal em 2010, "Merry Christmas II You", com uma nova versão do tema sob o título "All I Want For Christmas Is You - Extra Festive".



Mas se há vinte e um anos que "All I Want For Christmas Is You" alegra o Natal a muita gente, não há quem fique mais alegre com esta canção a cada ano do que Mariah Carey e Walter Afanasieff, que recebem a cada ano um chorudo cheque pelos direitos de autor. Consta que em 2013, a canção já lhes tinha rendido 50 milhões de dólares. 


Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

1 comentário:

  1. Dizem que já não é a música mais tocada no Natal, pelo menos nas lojas...A que está em número 1 é bem mais fraquinha: "E logo acima do hit musical de Mariah Carey está o tema Wonderful Christmastime interpretado pelo grupo norte-americano indie rock The Shins (a canção original é de Paul McCartney)."

    http://observador.pt/2015/12/15/mariah-carey-ja-nao-cancao-natal-tocada-sempre/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...