quarta-feira, 22 de maio de 2013

O Pequeno Inventor (1973-1975)

por Paulo Neto

Nos anos 70 e 80, Portugal teve uma privilegiada dose de animação feita na Europa de Leste, quer nos programas do Vasco Granja, quer nos habituais espaços da RTP dedicados à animação. Se na altura a opinião corrente era de que muitos desses desenhos animados do lado lá da Cortina de Ferro eram demasiado experimentais e aborrecidos e que a nossa preferência ia largamente para a bonecada americana e japonesa, a verdade é que algumas séries oriundas dessas paragens acabaram por também conquistar um lugar no nosso coração e na nossas memórias de petizes. É o caso da produção jugoslava "Professor Baltazar" ou os seriados polacos "O Lápis Mágico" e "O Ursinho Teddy".

Outra série polaca que eu recordava com saudades era "O Pequeno Inventor", "Pomyslowy Dobromir" no original. Porém não conseguia encontrar nenhuma informação (nem sequer tinha certeza do título em português) sobre a série até que, uma vez mais, o blogue Desenhos Animados acabou por avivar-me as memórias e fornecer mais detalhes.


Da autoria de Roman Huszczo, a série narrava as peripécias de Dobromir um rapaz esperto e engenhoso que vive com o seu avô numa quinta algures na Polónia rural. Em cada episódio, o jovem depara-se com algum situação adversa, normalmente relacionado com a lavoura da quinta, e depois de muito reflectir, acaba por ter uma excelente ideia e criar um invento que resolve o problema. A parte que mais reti na minha memória era quando Dobromir se debruçava a pensar em alguma ideia, punha uma expressão bastante pensativa e via-se um bolinha a saltar por cima da cabeça dele até que ele finalmente chegasse a uma ideia.


Depois do momento do eureka, era costume ele subir até ao sótão da casa e desenhar num quadro o protótipo do invento. De seguida, deitava mãos à obra para construir a invenção, com a ajuda dos animais da quinta, sobretudo de um passarinho que é o seu amigo. 



Por vezes, o avô também o ajudava embora costumasse mostrar-se algo céptico quanto às traquitanas criadas pelo neto. Porém no final de cada episódio, os inventos salvavam o dia e optimizavam o trabalho na quinta. A série não tinha diálogos mas a música e os efeitos sonoros eram tão expressivos que era fácil perceber o estado de espírito das personagens.



 Ao todo, foram 20 episódios de dez minutos cada um, produzidos entre 1973 e 1975, tendo começado a ser exibida em Portugal em 1987. Existe ainda hoje na Polónia algum merchandising, sobretudo livros educativos e livros de colorir, para além de que a série já foi editada em VHS e DVD. 



Neste canal do Youtube é possível assistir a todos os episódios da série. Aqui estão os dois primeiros.

Alguns episódios:






Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...