terça-feira, 3 de maio de 2016

Tetralogia "Reckless" de Bryan Adams (1984-85)

por Paulo Neto

Em 1984, Bryan Adams já conhecia algum sucesso além das fronteiras do seu Canadá, mas com o seu quarto álbum "Reckless" foi elevado ao estatuto de superestrela, ou não fosse o disco que continha quatro dos seus temas mais lendários. Portugal é um dos países onde Bryan Adams foi sempre particularmente acarinhado talvez por ser visto um pouco como sendo um bocadinho português, devido ao facto de ter vivido quatro anos em Cascais.



Como já disse, "Reckless" continha quatro dos maiores hits da carreira de Adams, todos eles clássicos do rock e que ainda hoje se ouvem com o mesmo agrado da altura: "Summer Of 69", "Somebody", "Heaven" e "Run To You". Além disso, existe a particularidade de haver um elo comum entre estas quatro canções: os respectivos vídeos eram co-protagonizados pela actriz britânica Lysette Anthony.


Nascida em Londres a 28 de Setembro de 1963, Lysette decidiu seguir o exemplo do pai, que também era actor, e trocar o apelido de nascença Chodzko, herdado de antepassados polacos, pelo apelido artístico Anthony. Depois de uma curta carreira como modelo, ela começava a dar os primeiros passos na representação e quando foi escolhida para entrar nos quatro vídeos, estava longe de imaginar que iria fazer parte de uma tetralogia histórica. Alinhando os quatro vídeos pela ordem supra-referida (que não é a mesma do lançamento dos singles ou dos vídeos), dá para contar a história em que Bryan e Lysette vão aos poucos recuperando uma paixão antiga.




Bryan Adams escreveu "Summer of '69" em parceria com Jim Vallance. Embora o vídeo mostre Adams a recordar as suas loucuras de adolescente, na verdade a canção é inspirada pelo Vallance e a sua banda dos tempos de liceu e os seus verões de sexo e rock & roll, daí que o 69 do título não fosse uma alusão inocente. A Jody do verso "Jody got married" é Jody Perpick, a engenheira de som que se casara durante a gravação do álbum "Reckless".


Lysette Anthony surge pela primeira vez para acordar Adams que adormeceu num drive-in. Os dois dirigem-se para um descampado e trocam olhares intensos, até que ele olha para a câmara e vai andando, deixando a rapariga para trás imobilizada na mesma posição como se tivesse virado estátua.
No final do vídeo, ao ver Bryan e a sua banda a tocar enquanto passa de carro com o namorado, Lysette esboça um sorriso, para irritação do namorado, interpretado pelo actor Garwin Stanford (que mais tarde foi visto em duas séries da franchise "Stargate").




"Somebody" era outra canção com um refrão inesquecível. (Quem nunca apontou o dedo à miúda mais gira enquanto cantava ou fazia playback do verso "somebody like you"? Ninguém? Pronto, fui só eu). O tema teve dois videoclips, um com Bryan Adams em concerto que termina com ele a ser puxado do palco pelas groupies da primeira fila e o outro era o capítulo da saga Lysette Anthony, que começa precisamente com o final do vídeo de "Summer Of '69". Zangada com o namorado, Lysette sai do carro dele e fica a recordar os momentos com Bryan, que enquanto isso aparece a cantar no meio de um campo, apenas acompanhado por um cão. Contrariada, ela acaba por voltar para o pé do namorado e acompanhá-lo até a um estádio de futebol americano, onde para espanto dela e de toda a gente presente, Adams surge no meio do campo para o grande final da canção.





Antes de ser incluída no álbum, "Heaven" já tinha aparecido em 1983 na banda sonora do filme "One Night In Heaven" onde Christopher "A Lagoa Azul" Atkins fazia de stripper. Um dos grandes baladões de Bryan Adams, "Heaven" foi n.º 1 nos Estados Unidos. Em Portugal, o tema teve um ressurgimento de interesse em 1990, por estar incluído na banda sonora da telenovela brasileira "A Gata Comeu", exibida na altura pela RTP. Em 2001, uma pastilhosa porém agradável versão techno da autoria do espanhol DJ Sammy interpretada pela cantora holandesa Dominique van Hulst (ou simplesmente Do), foi um inesperado sucesso em vários países, tendo sido mesmo n.º 1 no Reino Unido.
Tal como "Somebody", "Heaven" teve dois videoclips, e neste caso confesso que gosto mais daquele sem Lysette Anthony, onde Bryan Adams actua numa sala de espectáculos mas ele é o único que está lá em pessoa, pois tanto os membros da banda como os espectadores estão dentro de ecrãs de televisão. Quanto ao capítulo da saga de Lysette, o namorado foi apanhado pela polícia a conduzir sobre efeito do álcool, e enquanto ele é autuado, ela repara que Bryan Adams está a dar um concerto numa sala de espectáculos naquela rua e resolve dar uma espreitadela. Mas quando Adams repara finalmente nela, Lysette dá meia volta e foge, e ele vai atrás dela.




O vídeo de "Heaven" termina com Bryan a abrir uma porta onde se vê uma queda de neve, um indício do vídeo "Run To You". Esta foi a primeira canção que me lembro ouvir de Bryan Adams e também recordo do videoclip passar na RTP bastantes vezes, quer nos programas dedicados à música, quer para encher chouriços entre espaços vazios de emissões. Por isso, uma das minhas primeiras imagens de Adams é a de ele a tocar nesse vídeo contra todas as intempéries e elementos (chuva, queda de neve, tempestade de areia e queda de folhas outonais), sobretudo a cena em que ele desenterra uma guitarra por debaixo de um monte de folhas. E se na canção, Adams canta que pretende deixar a namorada de longa data e correr atrás de uma nova e intensa paixão, o vídeo termina com Lysette Anthony a correr para junto de Bryan, pronta a reavivar a chama antiga. 

Lysette Anthony afirmou que na altura não fazia ideia de quem era Bryan Adams e encarou a filmagem dos videoclips como mais um trabalho, ainda que os dois tivessem ficado amigos, uma amizade que segundo ela perdura até hoje. Foi só quando Adams convidou-a para acompanhá-lo nuns concertos no Canadá é que ela percebeu que ele já era uma grande rockstar na América do Norte.

Bryan Adams continuaria a somar mais êxitos, sobretudo com uma tal canção num tal filme do Robin dos Bosques.
Lysette com Woody Allen e Sidney Pollack em "Maridos e Mulheres"
Já Lysette Anthony tem tido uma prolífica carreira como actriz em cinema, televisão e teatro, em que os seus momentos mais destacados foram os seus papéis nos filmes "Maridos E Mulheres" (1992) de Woody Allen e "Olha Quem Fala Agora" (1993). Também entrou nos filmes "Krull", "Na Pele De Uma Loura" e "Drácula - Morto Mas Contente". Também gravou uma cena do filme "Reservoir Dogs" que viria ficar fora do filme e onde seria a única personagem feminina com uma fala nesse filme. E também entrou em outros videoclips como "I Feel You" dos Depeche Mode.

Lysette Anthony na actualidade

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...