terça-feira, 3 de novembro de 2015

Capri-Sonne - Anos 80

A imagem de marca dos sumos Capri-Sonne é a invulgar embalagem em que é vendido, uma bolsa de alumínio laminado ou "embalagens ergonómicas flexíveis" por oposição aos tradicionais sumos em lata e garrafa. Segundo a pesquisa que fiz, terá surgido em Portugal nos anos 80, apesar de já existir desde o final dos anos 60. O nome Capri-Sonne foi escolhido - segundo o site da companhia - porque nos anos 60 a ilha italiana de Capri era o símbolo máximo de férias, Mediterrâneo e fruta maturada ao Sol; e dai a combinação "Capri" e "Sonne" ("Sol" em alemão). Esteve ausente - ou pouco presente - do mercado português durante alguns anos, mas este sumo sem gás voltou a ver-se frequentemente nas prateleiras. "Lá fora" usa-se também o nome Capri-Sun.

Um reclame de 1988: "Capri-Sonne", "a festa da fruta".
Publicidade retirada da revista Pato Donald Nº 190, de 1988. 
Uploader original desconhecido. Imagem Editada e Recuperada por Enciclopédia de Cromos.
Nesse reclame de 1988 os sabores apresentados são: Exotic, Limão, Laranja, Maça e Ananás. Actualmente existem sabores com nomes mais invulgares, gosto bastante do de Cola Mix (Cola tipo Coca-Cola genérica, não Cola Cisne).

O famoso anúncio com Eusébio, recuperado pelo Mistério Juvenil, "os futuros campeões bebem Capri-Sonne":


Actualização: 
Um anúncio de 1987 da associação do Capri-Sonne com o Pantera Negra: Capri-Sonne "Dábolas". Bastava recortar "de 3 sacos a palavra Capri-Sonne com o nome do espectivo sabor" e enviar para participar no sorteio de "300 bolas de futebol autografadas por Eusébio!".

Actualização. Imagem digitalizada e Recuperada por Enciclopédia de Cromos.


Publicidade retirada da revista Pato Donald Nº 162, de 1987. 
Uploader original desconhecido. Imagem Editada e Recuperada por Enciclopédia de Cromos.

Muito mais giro é este reclame de 1989 - colocado online pela grande LUSITANIATV - com que qualquer criança - pelo menos do litoral - se podia identificar, os dias de brincadeira na praia:

Esse reclame deve ter sido o mais perto de que estivemos de um "Verão Azul" português. Obviamente, nem os putos são portugueses, como se vê nesta versão em inglês: "80's Ads: Capri Sun" ou esta de 1983.

No estrangeiro a bebida foi popularizada no final dos anos 70 devido a uma grande campanha publicitária pelo lendário Muhammad Ali. O Museu virtual do Capri-Sonne: "The Capri-Sonne Museum".
Não me recordo de cá por casa - fiéis ao Sumol e Tang - sermos grandes consumidores de Capri-Sonne, pessoalmente associo estes sumos a lanches fora de casa, na escola, festas de aniversário, passeios em família ou piqueniques.
Qual o vosso sabor predilecto?


O Cromo de Nuno Markl sobre o Capri-Sonne, que vem com uma advertência:"Não se deve beber num copo.": 


Caro leitor, pode falar connosco nos comentários do artigo, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos"Visite-nos também no "Tumblr - Enciclopédia de Cromos".

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...