quarta-feira, 2 de abril de 2014

Bionic Six (1987)


"Bionic Six" é das tais séries que não tenho recordação de ter sido exibida em Portugal, mas à qual assisti vários episódios, cortesia de algúm canal de televisão espanhol lá para inicio/meio dos anos 90, onde passou com o nome "La Familia Biónica". Não tenho a certeza, mas creio que via os episódios no horário do pequeno almoço, logo antes de partir para mais um dia de escola. No Brasil ficou conhecida por "Os Seis Biônicos".

O título, principalmente o espanhol, pinta um bom retrato da premissa básica: uma família biónica, os Bennett, que também era polticamente correcta e multi-étnica, e que graças aos seus implantes cibernéticos combatem o Mal. Basicamente uma mistura do Quarteto Fantástico (o patriarca de ambas familias tem os lados da cabeça grizalhos) com o The Six Million Dollar Man.
É visível a influencia do estilo do estúdio de animação japonês no resultado final, mas não é um anime, e foi co-produzida nos States, ao gosto das sensibilidades ocidentais.
O genérico inicial:
A razão para os implantes, é - como hábito em histórias de origem de heróis e vilões - trágico. O homem da casa, Jack Bennett é um piloto de testes, já com habilidades cibernéticas, com o nome de código Bionic-1. Durante umas férias de familia nos Himalais, os Bennett são expostos a uma misteriosa radiação que os deixa em estado de coma. Apenas Jack foi imune à radiação, e o inventor Professor Amadeus Sharp aplica implantes biónicos aos Bennett, na esperança de os salvar. O tratamento resulta, e todos são agraciados com extraordinárias habilidades, e começam a agir como uma equipa de super-heróis: os Bionic Six
Os Bionic Six: No topo, da esquerda para a direita: Rock-1, Bionic-1 e I.Q.
Abaixo, da esquerda para a direita: Karate-1, Mother-1 e Sport-1.
 O rolling call é o seguinte:
  • Jack Bennett "Bionic-1" - Engenheiro, piloto de testes e agente secreto nas horas vagas. As máquinas com que foi aumentado dão-lhe sentidos de visão e audição sobre-humanos, além de raios ópticos. Voz de John Peterson (Thundercracker, Kup e outros em "The Transformers", General Flagg em "G.I. Joe", etc).
  • Hellen Bennett "Mother-1" - Esposa de Jack. Os seus poderes são de estilo mental, entre telepatia e precognição. Profissionalmente, além de tratar da lida doméstica como uma boa dona de casa (imagino eu, não me recordo), é oceanografa e bióloga marinha. Voz de Carol Bilger, que pouco mais tem no currículo.
  • Eric Benner "Sport-1" - O estereótipo do adolescente branco norte-americano obcecado com baseball e tacos de baseball e tudo o que tem a ver com baseball. Filho biológico de Jack e Hellen. Basicamente tem os poderes do Magneto dos X-Men. Voz de Hal Rayle (Snarl e Sharpnell em "The Transformers").
  • Meg Bennet "Rock-1" - A outra filha biológica do casal, mais nova que Eric. Como adolescente estilosa e apaixonada por música, os seus poderes são sónicos, além da super-velocidade. Voz de Bobbi Block (Roxy em "Jem", Samantha em "New Kids On The Block").
  • J.D. Bennet "IQ" - O mais velho dos filhos dos Bennett, J.D. é obviamente adoptado (a não ser que os Bennett tivessem alguns antepassados africanos), e os seus poderes são super-força e super-inteligência (como se vê pelo nome de código). Voz de Norman Bernard (Bickerstaff em "Academia do FBI").
  • Bunjiro Bennett "Karate-1" - Tal como hábito nos créditos de séries, deixei para o fim o elemento asiático. E como todos os esterótipos asiáticos, o japonês "Bunji" é proficiente em artes marciais, com agilidade e reflexos grandemente ampliados pelos implantes. Voz de Brian Tochi (Takashi em "Revenge Of The Nerds", Leonardo nos 3 primeiros filmes imagem real das Tartarugas Ninja).

A sequência de transformação, ao melhor estilo super-sentai ou maho shojo:

Um livro ilustrado "Bionic Six - Super Picture Book".
Além do já mencionado Prof. Sharp (Allan Oppenheimer, o Skeletor em "He-Man..." e Ming O Impiedoso, em "The New Adventures Of Flash Gordon", entre outros), outro membro da equipa era o gorila mecânico, ,comic relief e ajudante com apetite por latas de aluminio F.L.U.F.F.I. (Neil Ross, o Ace McCloud de "Centurions"e Green Goblin na série dos 90 do "Spider-Man").
O obrigatório antagonista é o irmão mais velho e feio do Prof. Sharp: Dr. Scarab, nom de guerre do Dr. Wilmer Sharp (Jim MacGeorge). Outros vilões são pessoas encantadores como: Glove, Madame-O, Chopper, Mechanic, Klunk, entre outros capangas e robots diversos.
Algum do merchandising:




Nunca mais revi os episódios, não sei se resistiram à passagem do tempo, mas do que me recordo era uma série divertida de se ver, principalmente para quem gosta de sci-fi e acção.

Como sempre, o leitor pode partilhar experiências, corrigir informações, ou deixar sugestões aqui nos comentários, ou no Facebook da Enciclopédia: "Enciclopédia de Cromos". Visite também o Tumblr: "Enciclopédia de Cromos - Tumblr".

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...