segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

California Dreams (1992-1996)

por Paulo Neto

Longe ainda de conceber morangos e afins, várias séries juvenis passaram pelos ecrãs da TVI nos anos 90, das quais as mais lembradas são "Já Tocou" e "Parker Lewis", já abordadas na Enciclopédia. Outra série que recordo desse período é "California Dreams", dos mesmos produtores de "Já Tocou", que relatava as aventuras de um grupo de adolescentes que formam uma banda. A série teve cinco temporadas entre 1992 e 1996, mas em Portugal só passaram as duas primeiras, exibidas em 1994 e 1995.


Apaixonados por música, os irmãos Matt (Brent Gore) e Jenny Garrison (Heidi Noelle Lenhart) decidem formar uma banda com os seus amigos Tiffany Smith (Kelly Packard) e Tony Wicks (William James Jones), chamada precisamente California Dreams. Sly Winkle (Michael Cade), um amigo deles perito em esquemas para fazer dinheiro fácil, assume-se como o manager da banda. A série narrava as peripécias dos elementos da banda, entre a vontade de vingarem no mundo na música e terem que lidar com os problemas típicos da adolescência. Na primeira temporada, a acção focava-se sobretudo no núcleo da família de Jenny e Matt, com os seus pais Richard (Michael Cutt) e Melody (Gail Ramsey) e o irmão mais novo Dennis (Ryan O'Neill) a terem um papel preponderante na trama.




Porém na segunda temporada, a série focou sobretudo nas interacções no seio do grupo de amigos. Surgiram também duas novas personagens, Jake Sommer (Jay Anthony Franke), o bad boy cujo talento para a guitarra torna-o no quinto elemento da banda. Jake começa por interessar-se por Jenny mas acaba a namorar com Tiffany, apesar de terem personalidades diferentes. Quando a meio da temporada, Jenny parte para Itália para estudar música, Samantha Woo (Jennie Kwan), uma estudante de intercâmbio de Hong Kong que vai viver com os Garrisons e que costuma falar pelos cotovelos, torna-se a nova vocalista.


Tal como "Já Tocou", "California Dreams" estava cheia de situações hilariantes e até de algum nonsense, mas também abordou temas sérios como o racismo, a droga, o divórcio e a ganância. A série teve mais três séries que não chegaram a ser exibidas cá e teve mais mudanças de elenco, com apenas Kelly Packard, William James Jones e Michael Cade a marcarem presença em todas as temporadas. Com o seu típico ar loira californiana, Packard viria mais tarde a integrar o elenco de "Marés Vivas".

Genérico (1.ª temporada):

Genérico (2.ª temporada):

1.º episódio:

Reunião do elenco no programa de Jimmy Fallon (2010):

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...