terça-feira, 10 de setembro de 2013

Explode Coração (1995-96)

por Paulo Neto

Várias foram as telenovelas brasileiras que agarraram Portugal ao horário nobre da SIC nos anos 90. Uma delas conseguiu fazê-lo juntando dois temas que assim à primeira vista teriam pouco em comum (e menos ainda na altura): o povo cigano e a internet. Falo obviamente da telenovela "Explode Coração" da autoria de Glória Perez (a primeira após o escândalo do assassinato da sua filha Daniela) exibida em Portugal entre 1995 e 1996, em substituição de outra telenovela marcante, "A Próxima Vítima".



Dara (Teresa Seiblitz) é uma bela e jovem cigana, orgulhosa da sua raça e da cultura do seu povo, mas que se recusa a viver sob as leis ancestrais dos ciganos. À revelia dos seus pais conservadores Jairo (Paulo José) e Lola (Eliane Giardini), Dara quer ser independente, prosseguir os estudos e até namora secretamente com Serginho (Rodrigo Santoro), um gadjô (não-cigano). Por isso, não está nada interessada na chegada de Igor (Ricardo Macchi), o noivo que lhe foi prometido em casamento quando era criança. Nem o facto de Igor se ter tornado um homem bonito e, tal como ela, um cigano progressista sem renegar às suas raízes demove Dara.

Maria Luiza Mendonça (Vera), Edson Celulari (Júlio), Teresa Seiblitz (Dara)
Ricardo Macchi (Igor)

Até porque através de um chat da internet, Dara conhece Júlio Falcão (Edson Celulari), um rico e atraente empresário com ambições políticas, casado com Vera (Maria Luiza Mendonça), cuja relação há muito perdeu o fulgor e vive apenas das aparências. Quando Dara e Júlio se encontram, não demoram a apaixonar-se mas quando ele é apanhado num escândalo financeiro, Dara, que fica grávida, não tem outro remédio senão casar-se com Igor, que aceita encobrir o facto de ela já não ser virgem e assumir a paternidade da criança. O coração de Dara fica então dividido entre Júlio e Igor. Aliás também como o público que ficou dividido no final da novela, quando Igor renuncia ao seu amor por Dara para que esta fique com Júlio e o filho de ambos, havendo muita gente que preferia ver a protagonista com o cigano. O sucesso da personagem de Ricardo Macchi foi tal que o actor chegou a ir a Portugal para fazer uma surpresa a uma fã portuguesa no programa "Surprise Show".   

De entre o núcleo de personagens ciganas, há ainda a destacar Ianca (Leandra Leal), que ao contrário da irmã, pretende casar-se o mais depressa possível; Vladimir (Felipe Folgosi), apaixonado por Ianca; Pepe (Stênio Garcia) e Luzia (Ester Goés), os pais de Igor; e Mio (Ivan de Albuquerque) e Soraya (Laura Cardoso), os anciãos de ambas as famílias, que viveram em jovens um amor impossível e que hesitam entre o orgulho e a mágoa do passado e reatar o namoro agora que ambos são viúvos. 

Paulo José (Jairo), Leandra Lean (Ianca), Eliane Giardini (Lola)
Felipe Folgosi (Vladimir), Ricardo Macchi (Igor), Stênio Garcia (Pepe)


Outras personagens marcantes foram o casal novo-rico Mila (Zézé Polessa) e Tolentino (Cláudio Cavalcanti) que vive no mesmo prédio que a família de Dara e convive mal com os hábitos dos ciganos; Edu (Cássio Gabus Mendes), um fanático da internet que se apaixona online pela jornalista Yone (Deborah Evelyn) mas que não revela a sua verdadeira identidade; a vilã Eugénia (Françoise Fourton), prima de Vera e eterna apaixonada de Júlio; Beth (Renée de Viemond) uma mulher madura que se envolve com Serginho, que é enteado do seu ex-marido Cézar (Reginaldo Faria); Sarita Vitti (Floriano Peixoto) uma drag queen que vai acabar por ter influência na vida de muitas personagens; e os principais momentos de humor estiveram a cargo de Lucineide (Regina Dourado) e Salgadinho (Rogério Cardoso), um casal que só é feliz a andar às turras.


Floriano Peixoto (Sarita)
Rodrigo Santoro (Serginho) e Renée de Viemond (Beth)
Rogério Cardoso (Salgadinho) e Regina Dourado (Lucineide)


Outra trama importante foi a que envolveu Odaísa (Isadora Ribeiro), a empregada da família de Dara, que vive o drama de ver o seu filho raptado. Fundindo ficção e realidade, a novela ajudou a promover uma campanha para encontrar crianças desaparecidas em todo o Brasil, onde cerca de sessenta crianças foram encontradas antes do fim da telenovela, algumas através de fotos que apareceram nela.



"Explode Coração" fez sucesso em Portugal e no Brasil, ajudando a difundir a nova realidade da internet (então ainda em estado inicial em ambos os países) e a suscitar o interesse na cultura cigana. Por exemplo, o volume da banda sonora com temas ciganos foi disco de platina em Portugal.  



      

Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

3 comentários:

  1. Uma sugestão: façam um post sobre A próxima vitima! na altura, foi um absoluto arraso de audiências em Portugal
    Cumprimentos e continuação de uma bom trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pela visita! E com certeza, "A Próxima Vítima" está na lista para "cromar" :) a novela com um bodycount gigante ;)

      Eliminar
  2. Façam um post sobre a exibição da novela Cara & Coroa na SIC

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...