segunda-feira, 8 de junho de 2015

True Lies - A Verdade da Mentira (1994)

por Paulo Neto

Depois de terem trabalhado juntos nos dois primeiros tomos da saga "O Extreminador Implacável", Arnold Schwarzenegger e o realizador James Cameron voltaram a unir esforços em 1994, desta vez para um blockbuster de acção com uns toques de comédia, "True Lies - A Verdade da Mentira", uma adaptação livre do filme francês de 1991 "La Totale!". Esta reunião entre os dois trazia água no bico: Schwarzie vinha do flop (para os padrões "schwarzeneggerianos" de então) "O Último Grande Herói" e pretendia voltar ao seu estatuto de rei do box office, enquanto Cameron contava com o sucesso do filme para a aprovação e financiamento do seu projecto seguinte, um modesto filme que dava pelo nome de "Titanic". O certo é que esta reunião entre os dois resultou, mas em grande parte devido a um inesperado trunfo, na pessoa de Jamie Lee Curtis.



Harry Tasker (Schwarzenegger) é um agente secreto que trabalha para uma unidade anti-terrorista conhecida como Omega Sector. Juntamente com os seus colegas Gib (Tom Arnold) e Faisal (Grant Heslov), Harry investiga uma nova e perigosa organização terrorista palestiniana liderada por Salim Abu Aziz (Art Malik), suspeita de ter adquirido armas nucleares. Para tal, ele aproxima-se de Juno Skinner (Tia Carrere), uma atraente marchande de arte de quem a Omega desconfia estar ligada a Aziz. 


Porém, Harry esconde esta sua vida de agente de secreto da sua esposa Helen (Jamie Lee Curtis) e da sua filha Dana (Eliza Dushku), que julgam que ele trabalha para uma empresa de informática (que funciona como fachada para o Omega Sector) e ressentem-se das suas constantes ausências devido ao trabalho. Farta das ausências do marido e ansiosa por mais emoção na sua vida, Helen começa a ir na conversa de um homem misterioso, Simon (Bill Paxton), que na verdade é apenas um vendedor de automóveis que costuma fingir que é um agente secreto para engatar mulheres. Ao saber disso, Harry usa os recursos da Omega num plano para afastar Simon e conferir um pouco de aventura à vida de Helen e assim revigorarem o casamento de ambos. Como tal, ele e os colegas organizam uma falsa missão para Helen em que ela terá de seduzir um negociante de armas num quarto de hotel. Mas é então que Helen e Harry, que esperava por ela no quarto, são capturados pelos homens de Aziz. 




Ao mesmo tempo que se vê obrigado a esclarecer a sua vida dupla diante de Helen, Harry confirma a ligação entre Aziz e Juno na compra de armas nucleares e entra numa corrida contra o tempo para evitar um ataque terrorista em Miami, sobretudo quando descobre Aziz raptou Dana...



O êxito de "True Lies" reforçou o estatuto de Schwarzenegger como o rei dos blockbusters, mas o desempenho de Jamie Lee Curtis acabou por ser o mais marcante do filme, tendo mesmo Curtis recebido o Globo de Ouro para Melhor Actriz em Comédia ou Musical. Por exemplo, para mim a cena mais marcante é a da dança sexy de Jamie Lee Curtis durante a falsa missão da sua personagem, não apenas porque demonstrava que Curtis estava em excelente forma na altura mas sobretudo por um inesperado acontecimento que fez salas de cinema inteiras a romper de riso.



Desde a sua estreia, tem-se falado volta e meia numa possível sequela do filme ou numa adaptação televisiva, mas por diversos motivos (como a eleição de Schwarzenegger como governador da Califórnia e o facto de que os ataques do 11 de Setembro tornaram o tema do terrorismo num assunto muito mais sensível), as intenções não têm saído do papel. 


Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...