quinta-feira, 6 de março de 2014

Casados de Fresco (1995)

por Paulo Neto

No Portugal dos anos 90 houve um programa onde pessoas começavam solteiras e no final acabavam casadas. E não, não falo de "Cenas de um Casamento" da SIC (embora esse programa também mereça ser aqui abordado futuramente). Em 1995, um programa levou o conceito de pessoas casarem ao vivo e a cores na televisão a todo um outro nível. E por incrível que pareça não passou na SIC, mas sim na RTP. Esse programa era "Casados de Fresco", apresentado pela cantora Nucha e que foi uma das primeiras produções da Endemol (mais uma vez, adaptando um original holandês) para a estação pública.


No entanto, apesar de eu ter fama de grande memória de programas televisivos, confesso que não me recordo de muitos pormenores deste. E como creio que nunca foi exibido na RTP Memória e não encontrei quase nada na internet, estou sujeito a dizer várias incorrecções pelo que quem souber se eu disse algo de incorrecto sobre o programa, que me faça o favor de me corrigir. Mais uma vez, como já aconteceu em outros programas analisados, o único vídeo disponível com excertos do programa é um "Tesourinho Deprimente" dos Gato Fedorento.



Posto isto, eis o que me recordo do programa.
- Em cada um dos 13 programas, participavam três casais em fase de noivado. Ao início, filmava-se um dos membros do casal a surpreender o outro com um pedido de casamento. Como viram no vídeo, momentos românticos podia acontecer em qualquer sítio, até no Cacém durante uma actuação de um rancho folclórico.
- Como também foi possível ver no vídeo, havia uma prova de canto onde os casais cantavam uma versão de uma música conhecida com uma nova letra inspirada pela sua história.

   
- Pelo que me recordo, havia outro tipos de provas, algumas físicas e outras relacionadas com tarefas domésticas, embora não saiba precisar quais e de que forma é que os concorrentes eram avaliados.
- Os dois casais eliminados ganhavam como prémio de consolação, uma lua-de-mel numa cidade europeia. No vídeo, vemos um par a ganhar uma viagem a Madrid, mas também me recordo de quem tenha ganho luas-de-mel em Munique, Amesterdão e Paris.
- O casal vencedor não só ganhava um destino melhorzinho para a lua-de-mel , como no final do programa casava-se diante de um juiz do registo civil, estando o copo-de-água, o vestido da noiva e o fato do noivo também incluídos no grande prémio. (Por isso, os concorrentes já deviam ter toda a papelada em ordem antes de ir ao programa). 
- A família e os convidados de cada casal estavam na assistência e caso o casal que apoiavam ganhasse também eles seguiam para o casamento.     

Com a crise e os galopantes custos de uma cerimónia matrimonial, será que um programa  como "Casados de Fresco" ainda seria aliciante, quer para estações e telespectadores, quer para possíveis concorrentes? Ou  foi algo que só podia ter ocorrido nos loucos anos 90 portugueses? Seja como for, era o sinal de que cada vez mais a televisão era feita da vida do português comum, algo que na década seguinte seria levado a níveis outrora impensáveis.

ACTUALIZAÇÃO: No canal do Youtube 1Jaky1, amplamente dedicado à carreira de Nucha, existem vídeos do programa "Casados de Fresco". Eis algumas partes do primeiro programa.















Se gostou, Partilhe: »»

Save on Delicious

Sem comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...